Presidente: dar motores à Red Bull poderia destruir Ferrari

compartilhar
comentários
Presidente: dar motores à Red Bull poderia destruir Ferrari
30 de dez de 2015 12:40

Sergio Marchionne justifica escolha de não fornecer unidades de potência a time tetracampeão do mundo

Race winner Sebastian Vettel, Ferrari
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Sergio Marchionne, Ferrari President e CEO da Fiat Chrysler Automobiles
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
The Ferrari SF15-T of race winner Sebastian Vettel, Ferrari in parc ferme
Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T
Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T
Daniil Kvyat, Red Bull Racing RB11
Maurizio Arrivabene e Sergio Marchionne

Após uma temporada ruim em 2014, quando tiveram muitos problemas com a potência de seus carros, a Ferrari melhorou bastante seu pacote em 2015. O time investiu sensivelmente em seu motor utilizando os tokens de desenvolvimento.

Com o vice-campeonato entre os construtores e três vitórias no ano, o time não quer ajudar seus rivais de forma alguma. Por isso, o presidente da montadora, Sergio Marchionne, diz que não tem interesse em ceder a Red Bull seus motores no futuro.

"Tivemos que lidar com algumas incertezas próprias e tivemos que diminuir nossa desvantagem técnica", disse Marchionne, que vetou o fornecimento ao time austríaco neste ano.

"Para nós, conceder uma unidade de energia equivalente a uma equipe com design e capacidade técnica para competir conosco poderia ser perigoso para a competitividade da Ferrari.”

"Meu principal compromisso é apoiar e proteger a Ferrari. Não estou interessado em derrotar a Mercedes com a Red Bull.”

"Se alguém disser: ‘vamos usar o motor da Ferrari para que possamos derrotar Mercedes’, não estou interessado neste argumento. Eu quero ver a Ferrari ganhar.”

"Sabemos que as habilidades de Red Bull são boas, eles nos destruíram com Sebastian Vettel."

A Ferrari forneceu em 2015 motores a Sauber e Manor, e Marchionne afirmou em junho que a empresa estaria "feliz" de fornecer para a Red Bull também.

Mas o italiano disse que não faria sentido para a Ferrari gastar centenas de milhões em desenvolvimento para ser derrotada.

"Se olharmos para a Red Bull investindo quantias importantes em chassis, equipá-los com uma unidade de potência por um preço determinado reflete um investimento muito maior do que o que pagam. É a desigualdade na pista", disse ele.

"Nós não estamos interessados ​​nisso."

Próxima Fórmula 1 matéria
Homem teria planejado bombardear GP de Abu Dhabi em 2014

Previous article

Homem teria planejado bombardear GP de Abu Dhabi em 2014

Next article

Para Maldonado, Jolyon Palmer não terá problemas na F1

Para Maldonado, Jolyon Palmer não terá problemas na F1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias