Pressionada, Ferrari pode atualizar motor para GP da Rússia

Já preocupada com a possível disparada da Mercedes, escuderia italiana pretende colocar em pista atualização na quarta etapa da temporada

A Ferrari está considerando utilizar tokens de desenvolvimento de motores para o GP da Rússia em uma tentativa ousada de voltar a brigar pela primeira posição da temporada, o Motosport.com pode revelar.

Apesar de ter mostrado ritmo forte nos três primeiros eventos, a Ferrari ainda tenta capitalizar totalmente essa boa forma e chegar a uma vitória que tanto procura.

Mas agora, apesar de uma falha de motor de Sebastian Vettel no Bahrein que significa que ele já está em sua segunda unidade de potência, a equipe de Maranello está pensando em uma ideia radical de introduzir um terceiro motor atualizado.

Fontes revelaram que a Ferrari conseguiu obter mais potência na bancada de testes (dyno) e está disposta a gastar três dos seus nove tokens de desenvolvimento restantes para introduzir as atualizações o mais breve possível.

É esperado que tanto Sebastian Vettel como Kimi Raikkonen tenham o novo motor, quando a equipe decidir ir em frente com seu plano.

Sem inconveniente

Embora possa parecer estranho que Vettel use a sua terceira unidade de potência das cinco permitidas nesta temporada, a realidade é que um sistema de rotação significa que haveria pouca desvantagem.

Isso porque 30-40% da quilometragem do motor é feita em sessões de treinos livres, onde a Ferrari pode implantar a especificação mais antiga de motores.

Além disso, há eventos - como Monaco e Cingapura - que não são tão críticos, então as unidades mais recentes podem não ser tão essenciais para serem usadas lá.

Por outro lado, a Rússia é um pista sensível ao poder do motor graças a suas longas retas - e é essa situação que faz a Ferrari considerar uma alteração do seu plano.

Dica do Marchionne

O presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, deixou escapar uma dica sobre o tema na China quando sugeriu que a equipe estava pronta para implementar desenvolvimentos futuros.

Refletindo sobre a temporada, ele disse. "As coisas estão indo na direção certa. Nós estabelecemos objetivos importantes, mas devemos aprender a conhecer um carro completamente novo, assim que os erros são compreensíveis".

"Apesar de tudo, poderíamos ter ganhado na Austrália e, no geral, estou feliz com o progresso".

"Mas temos muito trabalho pela frente, e vamos apresentar um desenvolvimento importante. Além disso, sabemos que a Mercedes não vai parar de desenvolver, por isso não temos ilusões de que eles serão facilmente batidos. "

Reportagem adicional de Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Kimi Raikkonen , Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias