Preterido por adolescente, Vergne recebe 'carinho' da Toro Rosso

Chefe da equipe classificou o francês como 'o melhor piloto' a não ir para a Red Bull

Vergne: elogios de um dos responsáveis pela sua saída da Toro Rosso
A Toro Rosso movimentou o mercado de transferências da Fórmula 1 ao anunciar a contratação de Max Verstappen, de apenas 16 anos, para a próxima temporada. Entre os elogios e  justificativas sobre o novo escolhido, a escuderia prefere não esquecer os serviços do preterido, Jean-Eric Vergne. Os elogios desta vez partiram do chefe, Franz Tost.
 
Em meio à incerteza sobre o futuro, já que, por enquanto, está ‘a pé’ na categoria máxima do automobilismo, o piloto de 24 anos recebeu palavras de consolo de Tost, um dos responsáveis pela troca.
 
“Dos pilotos que passaram até agora, penso que ele é o melhor, apesar do Sebástien Buemi ter feito um bom trabalho também e ter mostrado o talento na Toyota”, declarou o chefe, sem citar, claro Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo, que deixaram a escuderia rumo à Red Bull.
 
“Ele não pôde mostrar o seu real potencial por conta da equipe. Espero que ele tenha a hipótese de crescer e mostrar mais, porque, para mim, ele merece ficar na Fórmula 1”, completou Tost.
 
Vergne, por conta da idade, foge do propósito da Toro Rosso, equipe responsável por ‘penerar’ jovens nomes para a Red Bull. O francês tem a segunda metade do ano para convencer outro time a contratá-lo; caso contrário, ficará sem espaço para 2015.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias