Primeira parte decidiu a prova, explica Sebastian Vettel

Alemão conseguiu economizar mais seus pneus que os rivais no começo - e Webber reconhece que fazer 3 pits não foi o ideal

Sebastian Vettel pode ter vencido a quinta prova seguida na temporada, mas sua vida no GP do Japão não foi das mais fáceis. O alemão se recuperou de uma largada ruim fazendo uma boa prova de conservação de pneus e deu o bote nos rivais na parte final da prova. Enquanto isso, seu companheiro Mark Webber, que largou na pole, acabou em segundo ao parar uma vez a mais que o alemão.

“Estou impressionado com a corrida que fizemos”, reconheceu o líder do campeonato. “Larguei muito mal e acabei ficando entre Romain e Lewis, sem ter para onde ir, mas depois consegui fazer uma estratégia melhor que Webber para vencer. Fomos pacientes hoje, cuidamos dos pneus e, no final, o ritmo era incrível.”

Vettel explicou que o fato de ter conseguido se manter na pista por mais voltas que seus rivais no início da prova foi fundamental para sua vitória.

“A decisão foi tomada no primeiro stint, porque ficamos mais tempo na pista e isso abriu a possibilidade de fazer duas paradas. Não foi fácil no meio do segundo stint mas deu certo. Foi uma corrida de certa forma parecida com 2011, quando fiquei na frente e no final acabei sendo ultrapassado por dois carros, mas agora estava em outra posição.”

Com o resultado e o quarto lugar de Fernando Alonso, o campeonato não está selado, mas agora Vettel tem 90 pontos de vantagem com 100 em jogo e deve fechar a fatura na próxima etapa, no Japão. O alemão, contudo, promete não mudar sua abordagem.

“Vencer não faz mal algum para o campeonato. Temos uma grande diferença, mas vamos continuar forçando, nada termina antes do fim, provamos que forçamos até o final ao vencermos alguns campeonatos até aqui.”

Webber, por sua vez, se mostrou contente com sua prova, apesar de reconhecer que sua estratégia de três paradas não foi a ideal.

“A corrida foi muito boa. É claro que gostaria de estar uma posição à frente, mas Seb conseguiu estender seu primeiro stint e isso abriu a possibilidade para ele fazer uma parada a menos. Minha largada foi muito ruim, mas mesmo assim conseguimos o máximo com o que tínhamos hoje. A estratégia de três paradas nos colocou em desvantagem, mas conseguimos voltar a nossa posição original.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias