Primeiro-Ministro: Malásia pode reconsiderar e voltar à F1

compartilhar
comentários
Primeiro-Ministro: Malásia pode reconsiderar e voltar à F1
2 de out de 2017 15:18

Najib Razak afirmou que planos podem ser retomados caso situação econômica se mostre mais favorável à prova

second place Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 on the podium
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, passes Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08
A scenic view of Sepang

O GP da Malásia se despediu da F1 no último fim de semana, mas, dependendo do que acontecer no futuro, pode se tratar de um “até breve”. O Primeiro-Ministro do país, Najib Razak, garantiu que a categoria poderá retornar caso o cenário seja favorável a isso.

A Malásia decidiu deixar a F1 ao se queixar dos altos custos para sediar uma prova, o que não estava valendo a pena. De acordo com a administração do circuito de Sepang, a MotoGP se trata de um evento muito mais viável, pois cobra taxas mais modestas e possui um retorno de popularidade maior.

Contudo, Razak afirmou que a F1 não é plano totalmente descartado no país. “Decidimos rever e encerrar o contrato, mas isso não significa que não ossamos reconsiderar isso em algum momento no futuro caso haja retorno econômico favorável a nós”, disse.

Porém, o Primeiro-Ministro enalteceu que, por ora, a situação esportiva do país ficará bem sem a prova de F1. “Sinto que 19 anos foi um bom tempo e decidimos encerrar esse capítulo e nos concentrar em outras corridas por aqui.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Doente, Perez diz que pensou em abandonar GP da Malásia

Previous article

Doente, Perez diz que pensou em abandonar GP da Malásia

Next article

Alonso ironiza crítica de Vettel: “Já ouvimos muitas vezes”

Alonso ironiza crítica de Vettel: “Já ouvimos muitas vezes”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias