Problemas com pneus de Vettel e Alonso causam preocupação

Pilotos pressionam FIA em reunião da GPDA cobrando mais segurança da Pirelli para corrida em Spa-Francorchamps

Os primeiros treinos livres para o GP da Bélgica trouxeram de volta um velho ingrediente de preocupação para as equipes, com o furo do pneu de Sebastian Vettel quando o alemão fazia sua simulação de corrida.

Carregado de combustível e no final de uma sequência longa de voltas a fim de testar a durabilidade dos pneus, o alemão teve uma falha que lembrou os problemas sofridos esporadicamente por vários pilotos desde o GP do Bahrein e que tiveram seu ápice com quatro ocorrências durante o GP da Grã-Bretanha.

“Estamos tentando descobrir o que aconteceu. Não estava fazendo mais ou menos do que fiz nas dez voltas anteriores”, assegurou o alemão.

Temendo que falhas como as de Silverstone voltassem a ocorrer, a Pirelli fez alterações em seus pneus e estreou novos compostos na última etapa, na Hungria. A intenção era de que, voltando a utilizar um tipo de construção que havia sido usado na temporada passada, os problemas fossem eliminados. No entanto, Fernando Alonso, que também teve um pneu furado, não escondeu a preocupação.

 “Temos de ver se o acidente com a Caterham teve a ver com os pneus. Vettel arrebentou seu pneu e eu também, na volta que entrei nos boxes. É um tema que também merece atenção agora.”

Por sua vez, Mark Webber, companheiro de Vettel, se mostrou mais tranquilo. “Não tive problemas. Claro que precisamos saber o que causou o furo, mas, se eu tivesse tido algum risco, eles me chamariam para os boxes. Parece que foi uma falha normal.”

Paul Hembery, diretor esportivo da Pirelli, disse à BBC que a não havia descoberto a causa dos furos, mas acreditava que o de Alonso havia sido ocasionado por algo na pista e o de Vettel por  "algo preso entre o assoalho e a roda traseira". Ele adicionou: "É uma preocupação para o esporte, porque nós temos que descobrir o que é. Vamos fazer o nosso melhor para identificar o que pode estar causando isso."

Em reunião da GPDA no fim da tarde de hoje em Spa-Francorchamps, os pilotos pressionaram a FIA exigindo garantias de segurança. Um piloto líder da GPDA disse à Autosport que há grande preocupação de todos sobre o problema, mas que deixarão o tema aberto a Charlie Whiting, diretor de provas da F-1, fazer uma decisão final.

"Deixamos na mão do Charlie. Confiamos nele", disseram os pilotos.

A preocupação com os pneus é especial em Spa devido à natureza do circuito, de alta velocidade e com curvas que colocam muita energia na borracha, forçando-a mais do que na prova húngara. Na etapa anterior, na Alemanha, os pilotos ameaçaram boicotar a prova caso novos problemas ocorressem.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Mark Webber , Fernando Alonso , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias