Problemas com seguro atrasam anúncio de Kubica, diz site

Disposto a voltar, piloto polonês precisará reembolsar seguradora de quantia que recebeu por grave acidente em 2011

O anúncio de que Robert Kubica guiará pela Williams na F1 em 2018 passa por um atraso provocado por um motivo que não tem relação com as negociações entre piloto e equipe. O problema estaria em questões burocráticas que envolvem Kubica e um seguro que recebeu nos últimos anos.

A informação é do site da revista MotorsportMagazine. Na última terça-feira, a Williams emitiu um comunicado esclarecendo que ainda não havia completado um acordo com Robert Kubica para o ano que vem, e que não havia a previsão de que isso aconteceria tão já.

Segundo a publicação, o problema é que Kubica recebeu uma grande quantia de uma seguradora após 2011, já que sofreu um acidente de rali que acreditava-se ter encerrado sua carreira na F1.

Como deve retornar à categoria, agora o polonês precisará reembolsar a seguradora. Até que tal problema burocrático seja resolvido, o anúncio deverá ser atrasado – contudo, a publicação afirma que Kubica será, de fato, o escolhido.

Em fevereiro de 2011, Kubica sofreu um grave acidente no rali Ronde di Andora, na Itália. Na ocasião, o polonês teve sérias lesões no lado direito de seu corpo, sobretudo no antebraço e mão direitos.

Desde então, ele nunca mais competiu nos monopostos, apesar de já ter realizado testes em 2017 tanto com Renault quanto com a própria Williams.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias