Projeto de 2013 da Caterham será apenas continuidade de carro atual

O diretor técnico da equipe, Mark Smith, explica que a ideia é disponibilizar mais recursos para lidar com mudanças de 2014

A Caterham está desenvolvendo seu carro de 2013 pensando no ano seguinte, quando a F-1 passará por uma grande reformulação devido à mudança dos atuais motores V8 para os V6 turbo. De acordo com Mark Smith, diretor técnico da equipe, o bólido da próxima temporada será apenas uma continuação do modelo utilizado neste ano.

“Não há uma mudança fundamental no que estamos fazendo e, portanto, vamos desenvolver esse carro por um pouco mais de tempo nesta temporada do que temos feito [nos anos anteriores]”, afirmou à ESPNf1.

Contudo, a evolução do carro de 2012 não tem sido fácil. No GP da Grã-Bretanha, a Caterham levou um grande pacote de mudanças que não funcionou como o esperado.

“Obviamente o sistema de escapamento é uma peça chave, e isso não é novidade para nós. Mas você tem de ter consciência de qualquer perda de performance, assim como dos ganhos. Acho que estamos focando mais na performance geral do carro.”

Smith lembra, no entanto, que o sucesso do novo sistema de escapamento depende muito do traçado.

“[O rendimento] depende muito do circuito, porque, trabalhando com o sistema de escapamento, é fácil induzir perdas em termos de potência em certos circuitos ao mudar o escapamento. Precisamos ter consciência de que não é uma questão apenas de pista e temos de ter cuidado para encontrar a melhor situação para cada traçado.”

Mas há certa pressa em resolver os problemas, pois as duas próximas etapas do campeonato serão disputadas em circuitos de altíssima velocidade média.

“O sistema não nos afetou tanto na Hungria, mas em Spa e Monza será completamente diferente, então estamos trabalhando em novas peças para reduzir quaisquer perdas, principalmente focando nestas duas etapas.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias