Promotores “aprenderam lição” com comunicado contra Liberty

compartilhar
comentários
Promotores “aprenderam lição” com comunicado contra Liberty
7 de fev de 2019 10:03

Os promotores das corridas da F1 “aprenderam uma lição” após o comunicado divulgado com críticas ao Liberty Media, sendo que a real intenção com a manifestação não foi expressada de maneira muito clara.

Há duas semanas, a Associação de Promotores de GPs da F1 (FOPA, da sigla em inglês) se manifestou apontando queixas sobre a gestão do Liberty Media, especialmente quanto às transmissões das provas em canais fechados, a “falta de clareza” sobre iniciativas futuras e as negociações de contratos para as corridas.

Arif Rahimov, diretor executivo da corrida de Baku, no Azerbaijão, afirmou que a intenção da FOPA com o comunicado não foi bem compreendida.

“Somos membros da FOPA e eu estava presente na reunião, mas nunca foi a ideia atacar a F1 e forçá-los a fazer algo que eles não iriam fazer”, disse, em entrevista ao site da ESPN.

“A ideia da FOPA era que todos os promotores tivessem uma única voz sobre coisas que não estão sob contrato e coisas que estão mudando na indústria para poder ajudar a F1 a melhorar como esporte.”

“Aquilo foi visto como uma reclamação contra a F1 para a imprensa, mas não era para ter sido um comunicado. Era mais uma forma de nós direcionarmos nossas preocupações à F1, com uma única voz, sobre aquilo que pode ser melhorado.”

Rahimov admitiu que a associação aprendeu com a forma com que o comunicado repercutiu. “Acho que deu um pouco errado. Foi visto de forma errada, e obviamente a F1 não ficou feliz com a forma com que aquilo foi lidado. Acho que foi uma lição aprendida, e agora as cooperações entre FOPA e F1 serão mais produtivas e menos destrutivas.”

Rahimov também aproveitou para expressar mais claramente qual é o seu ponto de vista sobre a questão. “De novo, não era para ser um ataque. Era uma forma de abordar a F1 com nossas preocupações e encontrar uma forma de resolvê-las.”

“São coisas pequenas, como as grid girls no passado. Vários promotores não estavam cientes de que isso iria mudar, e aí descobriram sobre a mudança. Os promotores querem saber destas pequenas coisas apenas para que saibamos antes que saia na imprensa.”

“No geral, sempre que temos uma preocupação, raramente chegamos a um beco sem saída e não sabemos como resolver. Estamos muito felizes com nossa relação no geral e com nossa relação com a F1, e é por isso que assinamos para renovar nosso contrato.”

O GP do Azerbaijão renovou seu contrato com a F1 até a edição de 2023 da prova.

Next article
Confira o lançamento do novo carro da Haas

Previous article

Confira o lançamento do novo carro da Haas

Next article

Haas mostra novas cores e revela carro para 2019

Haas mostra novas cores e revela carro para 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1