Protagonizando acidente que mudou a prova, Verstappen culpa Grosjean

“Pude ver quando bati que o carro na minha frente freou antes do normal”, diz o piloto da Toro Rosso

O piloto Max Verstappen escapou de um grande acidente nas últimas voltas do GP de Mônaco. Para ele, Romain Grosjean freou de propósito na sua frente. O piloto de 17 anos condenou a atitude do francês.

"Não foi realmente uma manobra, na minha visão", disse Verstappen. "Na volta antes tinha freado no mesmo lugar, igual quando eu bati. Você pode ver quando bati que o carro na minha frente freou antes.”

"Nesta velocidade quando você está perto de outro carro, não pode fazer nada. Você não espera que ele freie. Tentei evitar, mas ele realmente me pegou de surpresa."

Ainda assim o holandês saiu do carro sozinho. "Nada mau. Doeu um pouco na hora, mas ainda consegui andar. Foi um pouco doloroso nos meus braços, mas consegui sair o mais rápido que pude. Levantar é sempre melhor que sentar no carro."

"A corrida foi realmente muito boa, tivemos grande ritmo no supermacio. Tivemos uma confusão no pit stop e perdemos 20s. Saímos depois com o supermacio e voamos. Encontrei com Sebastian Vettel e Nico Rosberg na minha frente e decidi ficar atrás deles, então eu tive a chance de ultrapassar os carros que eles passavam para dar voltas."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Sub-evento Domingo pós-corrida
Pista Monte Carlo circuito de rua
Pilotos Romain Grosjean , Max Verstappen
Equipes Lotus F1 , Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias