Protegido da Williams relata dificuldade por vaga em 2019

compartilhar
comentários
Protegido da Williams relata dificuldade por vaga em 2019
Por: Scott Mitchell
1 de ago de 2018 18:25

Oliver Rowland se diz satisfeito com seu trabalho, mas afirma que excesso de talentos de olho no grid aumenta seu desafio

Campeão da F-Renault 3.5 em 2014 e atual piloto de desenvolvimento da Williams, Oliver Rowland admitiu que será difícil encontrar uma vaga de titular na F1 em 2019.

O inglês participou dos testes da F1 em Hungaroring desta semana, em que realizou sua segunda participação com o time no ano.

Rowland, que teve a atuação limitada pela chuva, admitiu que ficou um pouco decepcionado, já que “gostaria de ter a oportunidade de mostrar um pouco mais”, mas sabia que era importante que a equipe acumulasse mais dados no começo da jornada.

Rowland não tem mais testes confirmados com a Williams e admitiu que será difícil colocá-lo em posição de lutar por uma vaga.

“Há muita gente batendo na porta que é muito jovem”, disse o piloto de 25 anos.

“Estou bem feliz com minha posição no momento. A relação com a equipe está ficando mais e mais forte, e estou gostando do que faço na fábrica.”

“Então, preciso continuar me esforçando nesse lado, continuar fazendo o que posso para a equipe, e quem sabe onde isso me levará.”

A situação de pilotos da Williams é incerta para 2019, com Lance Stroll ligado à Force India. Já o protegido da Mercedes George Russell também é especulado em Force India ou Williams, sendo que Lando Norris também está na frente de Rowland na fila de jovens pilotos ingleses de olho na F1.

Rowland admitiu que estaria no fim daquilo que pode ser um “efeito dominó”.

“As pessoas na Williams têm dois pilotos com contrato para o ano que vem, então normalmente você diria não. Mas todos estão ouvindo os rumores”, disse.

“Estou ficando quieto. A equipe parece feliz com o que estou fazendo, então não vou ficar derrubando portas para dizer ‘olhem para mim’ e esse tipo de coisa.”

“Vou só fazer o meu trabalho, lidar com isso de forma quieta e espero que eles percebam.”

Rowland disse que um teste planejado após o GP de Abu Dhabi é sua melhor chance para tentar voltar ao volante de um carro de F1.

Questionado sobre qual seria seu próximo passo na Williams, Rowland disse: “Não tenho certeza. Vamos voltar e fazer as coisas de simulador, continuar fazendo o que estou fazendo aqui.”

“Estamos fazendo um bom progresso lá na fábrica e espero que eu compareça a mais corridas.”

“Quem sabe. Haverá um teste no fim do ano em Abu Dhabi e vou forçar nessa direção.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Russell quebra recorde e encerra teste da Hungria na ponta

Previous article

Russell quebra recorde e encerra teste da Hungria na ponta

Next article

Empresa de bebidas insiste em compra de Force India

Empresa de bebidas insiste em compra de Force India
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Oliver Rowland
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias