Quarto, Vettel lamenta tempo perdido com Button e Hulk

Alemão fez estratégia diferente, mas acha que perdeu terreno no inícioda prova; Webber é punido por batida

Optando por uma tática diferente, largando com pneus médios e utilizando os macios apenas na última parte da corrida, Sebastian Vettel reconheceu que ele mesmo teve dificuldade de ler a corrida, mas saiu do GP da China feliz por ter tido um ritmo melhor do que o previsto. Ouvido pelo TotalRace em Xangai, o alemão, que largou em nono, chegou em quarto, a apenas 2s3 do segundo colocado , Kimi Raikkonen.

“Fiz uma corrida ao contrário de todos, então era difícil saber onde estávamos, mas escolhemos a estratégia já sabendo que não tínhamos tantas chances. No final das contas, Fernando foi muito superior, mas o segundo lugar não esteve tão fora do nosso alcance.”

Vettel acredita que poderia ter tido um resultado melhor caso tivesse aproveitado mais a primeira parte da corrida, quando perdeu tempo com Jenson Button e chegou a ser ultrapassado por Nico Hulkenberg. Os três tinham pneus médios naquele momento e fariam stints longos no início da prova.

“Acho que perdemos muito terreno no começo da prova, ficando presos atrás de Jenson e Nico se aproveitou. No final, fiquei um pouco desapontado por ficar de fora do pódio, mas feliz com o quarto lugar.”

Devido à estratégia diferente, o alemão esteve envolvido em diversas lutas por posição, mas revelou que os pneus foram um empecilho para que defendesse com afinco.

“Não foi uma grande briga, porque, hoje em dia, você tenta cuidar dos pneus e, mesmo que por duas vezes eu tenha encontrado Fernando na pista, tive de deixá-lo passar porque não fazia sentido brigar. Ele estava fora de alcance.”

Seu companheiro, Mark Webber, teve um final de semana para esquecer. O australiano largou em último por uma falha na pressão do combustível e havia se colocado no top 10 ao tentar uma tática diferente, parando logo na primeira volta. Contudo, uma nova falha, agora nos boxes, acabou com sua corrida.

Para piorar, o australiano foi punido pela batida com Jean-Eric Vergne e perde três posições no grid do GP do Bahrein.

“Largando do pitlane, sempre seria difícil, mas a primeira parte da corrida não foi ruim, a estratégia estava funcionando e eu estava lutando por posições. Claro que o toque com Jean-Eric não estava nos planos, mas mesmo assim, isso não terminou minha corrida. Eu estava próximo de parar e conseguiram trocar a asa. O problema foi na saída dos boxes. Os caras acharam que a roda estava afixada, mas depois percebi que não na curva 6.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias