"Quase pegamos os touros hoje", comemora Grosjean, terceiro

Um ano após ser chamado de 'maluco da primeira volta', francês domina prova e só é superado pelas Red Bull no fim

Foi um retorno triunfal de Romain Grosjean a Suzuka: um ano depois de ser chamado de ‘maluco da primeira volta’ por Mark Webber após causar mais um de seus antigamente costumeiros acidentes nos primeiros metros do GP do Japão do ano passado, o francês fez uma grande prova – incluindo excelente largada – para ficar com o terceiro lugar. Seu companheiro, Kimi Raikkonen, foi o quinto.

"Não sei de onde veio aquela largada. Quando soltei a embreagem, pensei ‘wow, essa será boa’. Estava meio preocupado por causa do ano passado, mas agora deu tudo certo. O carro estava fantástico e conseguia conservar os pneus. O único problema foi a performance com os pneus duros, que não foi boa o bastante, mas nunca imaginaríamos bater a Red Bull hoje, então foi incrível", afirmou ao TotalRace.

Grosjean pulou na ponta na largada e liderou grande parte da corrida até ser superado nas voltas finais pelas duas Red Bull. Mesmo assim, o piloto destacou o bom ritmo da Lotus.

“Como disse para meu engenheiro logo após a bandeirada, quase pegamos os touros hoje. Fico feliz em estar no pódio em uma pista tão difícil.”

Se Grosjean comemorou sua ótima largada, Raikkonen lamentou que os primeiros metros fizeram com que tivesse de encarar o GP do Japão como uma prova de recuperação para chegar em quinto. O finlandês caiu para 11º nos primeiros metros.

“Tive uma largada muito ruim e perdi posições, o que não é ideal, mas consegui recuperá-las na corrida. Depois do último pit stop, o carro passou a funcionar bem melhor e fiquei bem contente. Foi uma corrida normal. É difícil ultrapassar aqui, então é bom sair com alguns pontos. Fizemos o que podíamos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias