Quatro coisas que estarão em jogo no GP da Espanha de F1

O início da chamada “temporada europeia” da F1 traz pontos interessantes para ficar de olho. Confira alguns dos destaques do fim de semana

A F1 realiza a primeira etapa de sua “temporada europeia” neste fim de semana, com mais uma edição do GP da Espanha. 

Até o momento, o campeonato de 2018 tem sido movimentado, com performances de destaque da Ferrari, mas com Lewis Hamilton na liderança da tabela. Desta vez, a corrida em Barcelona promete dar uma amostra mais clara do que vem por aí, com perguntas a serem respondidas ao longo de todo pelotão.

Por isso, confira quatro coisas para ficar de olho neste GP da Espanha de F1.  

A Ferrari continua como carro a ser batido?

 

Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H

Photo by: Sutton Motorsport Images

Já virou clichê ficar de olho nessa disputa entre Ferrari e Mercedes pela liderança do pelotão, mas, no GP da Espanha, o duelo terá um significado especial. 

A Ferrari apresentou ritmo forte nas quatro etapas já disputadas, sendo que a Mercedes, por mais que esteja próxima, aparentou estar levemente atrás no geral. 

O ponto é que, nos testes de pré-temporada, também disputados no circuito de Barcelona, a Mercedes saiu como favorita, com um ritmo de corrida que assustou a concorrência. 

Portanto, o GP da Espanha, em um circuito conhecido de cabo a rabo por todas as equipes, deverá apresentar um panorama mais preciso da relação de forças. A Ferrari continuará dando as cartas? Ou a Mercedes vai se acertar de vez?

Como fica a dinâmica da Red Bull após a polêmica em Baku?

 

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 crash
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14 and Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 crash

Photo by: Sutton Motorsport Images

Um dos pontos mais comentados no GP do Azerbaijão foi o acidente entre Daniel Ricciardo e Max Verstappen, que eliminou ambos os pilotos da prova. 

Por mais que a dupla tenha uma rivalidade ferrenha dentro da pista, fora dela o relacionamento sempre foi amistoso. Porém, isso deverá ser afetado depois do ocorrido em Baku?

A postura da Red Bull também deve ser observada. O time continuará dando a mesma liberdade aos dois pilotos ou, em caso de duelos, haverá a intervenção por ordens de equipe? O GP da Espanha poderá responder algumas destas questões.  

Alguém conseguirá dar um grande salto nesta fase do campeonato?

 

Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33 Renault, leads Fernando Alonso, McLaren MCL33 Renault
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33 Renault, leads Fernando Alonso, McLaren MCL33 Renault

Photo by: Andrew Hone / LAT Images

O início da “temporada europeia” da F1 tem importância por um motivo específico: é a primeira oportunidade em que as equipes colocam em ação um grande conjunto de atualização em seus carros. 

Tais novidades terão como objetivo corrigir as falhas detectadas pelas equipes nas quatro primeiras provas do ano. Quem conseguirá cumprir com o objetivo e avançar na relação de forças?

A McLaren é uma das equipes que prometem uma revolução em seu conjunto, inclusive mencionando no passado que é só em Barcelona que ela estreará seu carro “real” de 2018. Por isso, a ordem de forças de todo o grid deve ser observada com atenção no GP da Espanha.  

A Sauber deixou de ser o patinho feio da F1?

 

Charles Leclerc, Sauber celebrates sixth place with Frederic Vasseur, Sauber, Team Principal
Charles Leclerc, Sauber celebrates sixth place with Frederic Vasseur, Sauber, Team Principal

Photo by: Sutton Motorsport Images

Depois de duas temporadas apagadas, a Sauber teve razões para se animar neste começo de 2018: tanto Marcus Ericsson quanto Charles Leclerc já marcaram pontos, e, assim, o time não ocupa a posição de lanterna no campeonato. 

Como os próprios pilotos reconhecem, o C37 ainda possui bastantes limitações, especialmente em seu rendimento com pouco combustível. Contudo, fraquezas em classificação à parte, os dois se mostraram satisfeitos com o ritmo de corrida, o que foi fundamental para os rendimentos de destaque do time no Bahrein e no Azerbaijão. A Sauber conseguirá manter o embalo e se colocar de vez em disputas constantes por pontos na F1? 

O guia do circuito de Barcelona:

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pista Circuit de Barcelona-Catalunya
Tipo de artigo Últimas notícias