Queda da Honda em 2017 foi "humilhação" para Alonso

compartilhar
comentários
Queda da Honda em 2017 foi
27 de dez de 2017 09:54

Segundo Eric Boullier, espanhol se sentiu humilhado no início da temporada de 2017, quando percebeu que a Honda não evoluiu no inverno

Fernando Alonso, McLaren stops on track in FP1
Fernando Alonso, McLaren stopped on track in FP2
Fernando Alonso, McLaren MCL32 involved in the collision, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 anDrivers Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren

Depois de uma primeira temporada com a Honda em 2015 para esquecer, a McLaren melhorou em 2016 e as esperanças de novos progressos neste ano foram renovadas, com as novas regras.

Mas o novo conceito de motor da Honda provou ser um passo para trás em termos de desempenho e confiabilidade.

Eric Boullier admitiu que essa constatação atingiu Fernando Alonso com força.

"Como competidor, ele está fazendo sua preparação mental durante o inverno", disse ele ao Motorsport.com.

"Ele está desenhando em sua cabeça como a temporada deve ser, e isso ainda o motiva mais porque ele tenta manter seus próprios objetivos.”

"Então, em Barcelona quando se viu o atraso em termos de desempenho do motor, foi uma mistura de tristeza, humilhação e frustração. Não é bom."

Alonso admitiu que fez um buraco na parede de seu quarto nas instalações da McLaren quando abandonou o GP de Cingapura no que parecia ser sua corrida mais competitiva da temporada.

"Às vezes ele tem que expressar sua frustração", disse Boullier sobre o incidente de Cingapura. "Ele fica muito tenso depois de uma corrida.”

"Ele tem essa raiva dentro dele que sabe que poderia fazer melhor. Ele sabe que ele pode ser o melhor. E ele precisa mostrar isso.”

"E eu acho que se ele vencer, ele também irá perfurar uma parede."

Boullier acredita que Alonso aumentará ainda mais seu jogo se a McLaren puder se tornar uma pioneira novamente, como espera fazer com o motor da Renault em 2018.

"Eu sempre o comparo a um tubarão. Quando ele consegue sentir o sangue, ele vai direto", disse Boullier.

"E é por isso que, se ele sente que pode estar no pódio ou ser competitivo o suficiente para estar lá, ele não vai desistir de uma polegada para ninguém.”

"Então a pressão sobre a equipe estará lá, mas é uma boa pressão."

Próxima Fórmula 1 matéria
Hamilton pede desculpas após vídeo publicado no Instagram

Previous article

Hamilton pede desculpas após vídeo publicado no Instagram

Next article

Red Bull: Ricciardo e Verstappen evoluíram em 2017

Red Bull: Ricciardo e Verstappen evoluíram em 2017
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias