Räikkönen quer formar time forte com Alonso na Ferrari

Finlandês afirma que não sentiu falta de dirigir um F-1 no fim do ano passado, e reitera importância de cirurgia nas costas

Campeão de 2007, Kimi Räikkönen retorna para sua velha casa em 2014. O ex-piloto da Lotus falou durante o lançamento do F14 T que não correr as últimas duas etapas do ano passado foi positivo para sua recuperação e para descansar, chegando neste ano com força total diante de um grande desafio na escuderia de Maranello.

"Se senti falta de dirigir um carro de F-1? Não muito... ", falou Kimi.

"Foi bom ter uma pausa, e eu tive que fazer uma pequena operação, então realmente não tive escolha, porque queria estar a 100% livre de dor quando possível para a próxima temporada. Acho que foi uma boa escolha, o melhor momento para fazer isso.”

O finlandês fez das suas intenções muito claras em seu discurso. Quer entrar no mundial para vencê-lo novamente no primeiro ano de volta à Ferrari. "É bom voltar para a Ferrari, o lugar onde eu ganhei o mundial de 2007", Raikkonen admitiu.

"Obviamente, o objetivo para 2014 é o mesmo, queremos fazer o melhor que pudermos para tentar vencer corridas e campeonatos mundiais. O tempo dirá se isso vai acontecer, mas, definitivamente, queremos lutar pela maior vitória."

"Espero que sejamos uma equipe mais forte", observou ele, "Nós dois queremos vencer e o tempo dirá se podemos trazer os campeonatos de volta para a Ferrari, mas há um monte de outras coisas, especialmente, as novas regras - que vão determinar se os resultados são os que nós queremos que eles sejam. Mas nós somos mais do que capazes, nós dois, de estar lá em cima." 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias