Raikkonen admite dificuldade em se sentir à vontade na Ferrari

Finlandês, que tem andado bem menos que Alonso nos testes, reconhece que acerto do carro ainda não está perfeito

Com apenas um dia pela frente a bordo de sua Ferrari antes da temporada da Fórmula 1 começar, Kimi Raikkonen admitiu que está tendo dificuldades em se sentir confortável em seu carro.

O finlandês, que retornou ao time italiano após cinco anos, não está conseguindo acertar o F14 T da maneira que gostaria. O piloto é conhecido por ser bastante sensitivo ao volante. Em sua equipe anterior, a Lotus, Kimi sofreu por praticamente metade de sua primeira temporada, em 2012, até que o time deixasse os sistemas de direção assistida a seu contento.

“Mudando de equipe, foi um pouco difícil no começo não ter uma boa sensação e conseguir um bom acerto, mas estamos chegando perto aos poucos. Tenho certeza de que gostaríamos de ter feito mais voltas, mas os testes são assim”, lamentou Raikkonen. “Não está tão ruim, é só uma questão de chegar onde eu sinto que preciso, mas é difícil de saber às vezes e seguir as regras faz com que seja mais difícil encontrar as soluções certas.”

Além das dificuldades ligadas à mudança de equipe, o campeão de 2007 também vem tendo azar nesta pré-temporada, sofrendo mais problemas técnicos que seu companheiro, Fernando Alonso. Nos oito primeiros dias de testes, o espanhol completou 334 voltas, contra 204 do finlandês.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias