Raikkonen afirma que fórmula 1 tem que ser "mais perigosa"

Piloto da Ferrari diz que a categoria poderia fazer mudanças a deixando mais perigosa e com mais apelo aos fãs.

Pedidos para que a Fórmula 1 se torne mais emocionante no futuro têm sido uma constante este ano, enquanto que as equipes tentam trabalhar neste sentido. O maçante GP do Canadá fez com que Christian Horner, da Red Bull, declarasse que a categoria deveria voltar a ser "100% pé embaixo".

Agora, é a vez de Kimi Raikkonen pedir aos chefes da F1 que faça com que a categoria volte a ser como já foi um dia, quando o piloto começou a correr, isso porque a ela se tornou muito lenta e segura demais.
"Quando entrei na Fórmula 1 era mais excitante para todos, era uma categoria top, mas foi há muito tempo", declarou ao Canal+ da França. "Com os carros mais rápidos, esperávamos mais emoção, mas temos as mudanças de regras, eles sempre tentam deixá-la mais lenta."

"Tenho certeza de que o que tem para ser feito para deixar os fãs mais interessados seria deixar os carros mais rápidos e, por consequência, um pouco mais perigosos. O perigo faz parte do jogo. Não queremos que ninguém se machuque, mas isso deixaria as provas mais emocionantes", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias