Raikkonen comemora terceiro lugar em "corrida das mais difíceis"

Vencedor por quatro vezes em Spa, finlandês diz ter sofrido com a instabilidade de sua Lotus e já mira em Monza

Ovacionado pelas arquibancadas em Spa-Francorchamps ao ser entrevistado após a prova, Kimi Raikkonen descreveu o GP da Bélgica como uma de suas corridas mais difíceis. Terceiro colocado em um circuito em que venceu em quatro oportunidades, o finlandês disse ter sofrido com o comportamento instável de sua Lotus.

“É bom voltar a correr aqui em Spa, com muitos fãs e com boas disputas”, destacou Raikkonen, que retornava ao traçado belga depois de dois anos afastado da F-1. “A corrida foi muito boa. E não foi das mais fáceis para mim e para a equipe.”

Largando da melhor posição que conquistou no ano, o terceiro lugar, e sobrevivendo à batida que tirou Alonso e Hamilton da corrida, dois de seus rivais pelo título, Raikkonen logo começou a perder terreno nas primeiras voltas. Ainda assim, foi o primeiro entre os pilotos que fizeram duas paradas.

“O carro não estava do jeito que gostaria e lutei muito para conquistar os pontos. O resultado acabou sendo bom”, ressaltou o finlandês, que ultrapassou Hamilton na tabela e está a 33 pontos do líder Alonso.

“Foi uma das corridas mais difíceis. Vamos tentar melhorar para a próxima”, disse, referindo-se ao GP da Itália, também disputado em um circuito de alta velocidade, em Monza, na semana que vem.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias