Raikkonen diz que terceiro na Hungria “não foi final feliz”

compartilhar
comentários
Raikkonen diz que terceiro na Hungria “não foi final feliz”
Por: Scott Mitchell
30 de jul de 2018 12:04

Finlandês celebra pódio, mas lamenta fato de ter ficado preso no tráfego durante a corrida inteira

Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H, leads Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Sebastian Vettel, Ferrari SF71H and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H battle
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H

Kimi Raikkonen diz que não acredita que o seu pódio no GP da Hungria tenha sido "um final muito feliz" para sua corrida.

O piloto da Ferrari ficou em terceiro em Hungaroring, um lugar atrás do companheiro de equipe Sebastian Vettel, enquanto Lewis Hamilton, da Mercedes, conquistou a segunda vitória consecutiva.

A Ferrari foi a favorita do GP da Hungria, já que o circuito se adapta melhor ao seu carro do que o da Mercedes, mas seus dois pilotos só conseguiram recuperar o segundo e o terceiro no final, com os pneus de Valtteri Bottas se desgastando.

"Realmente não parece uma corrida muito boa, mesmo tendo chegado em terceiro lugar", disse Raikkonen, que conseguiu seu nono pódio em Hungaroring com uma estratégia alternativa de duas paradas frente a de uma parada dos líderes.

"Acho que tivemos uma velocidade muito boa, mas o que aconteceu na classificação e depois na largada fez usarmos nossa velocidade apenas quando estávamos nos recuperando. Você sabe que vai ficar preso quando for alcançar o carro na frente.”

"Funcionou bem, porque eu estava pressionando Valtteri e Seb, então eles nunca tiveram a liberdade de desacelerar e cuidar de seus pneus. Valeu a pena, comprou um lugar.”

"Foi divertido dar o máximo, porque eu parei duas vezes e os pneus duraram bem. Pude ir a toda velocidade. Não parece um final muito feliz, mas como equipe, conseguimos pontos decentes."

Raikkonen disse que a Ferrari precisa melhorar e "arrumar" algumas coisas para garantir a maximização da velocidade do pacote de 2018, que foi mais rápido que a Mercedes em dois finais de semana seguidos, mas não conseguiu transformar isso em vitória.

O finlandês também teve que completar a corrida sem poder beber água, já que a Ferrari esqueceu de conectar o cabo do capacete em sua garrafa antes do início.

Perguntado se isso exigiu bastante dele, Raikkonen disse: "na verdade não”.

"É bom colocar água na boca às vezes. Uma bebida de vez em quando. Isso não aconteceu hoje, mas não foi um problema, não foi grande coisa no final.”

"A corrida foi muito rápida, estávamos nos esforçando o tempo todo."

Próxima Fórmula 1 matéria
Force India: Mallya está “devastado” após acontecimentos

Previous article

Force India: Mallya está “devastado” após acontecimentos

Next article

Renault responde a críticas da Red Bull após GP da Hungria

Renault responde a críticas da Red Bull após GP da Hungria
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Localização Hungaroring
Pilotos Kimi Raikkonen Shop Now
Equipes Ferrari Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias