Raikkonen: é errado dizer que a Ferrari terá dificuldades

Após desastre em Cingapura, Ferrari acredita que terá novas oportunidades de mostrar força e se manter em alta na luta pelo título

Kimi Raikkonen acredita que é errado assumir que a Ferrari terá dificuldade nas próximas corridas após perder terreno para sua rival na luta pelo título, a Mercedes.

A Ferrari esperava conquistar um forte resultado em Cingapura, já que o circuito apertado e travado de Marina Bay casava bem com seu carro.

Mas o pole position, Sebastian Vettel, e seu parceiro de Ferrari, Raikkonen, além de Max Verstappen, colidiram rumo à curva 1, com os três abandonando a prova naquela volta.

Lewis Hamilton venceu a prova, com Valtteri Bottas, seu parceiro de Mercedes, em terceiro. Isso permitiu a Hamilton estender sua liderança sobre Vettel para 28 pontos, enquanto que, nos Construtores, a Mercedes ficou 102 à frente da Ferrari.

Espera-se que as próximas corridas, na Malásia e no Japão, sejam favoráveis à Mercedes, mas Raikkonen acredita que a Ferrari poderá estar na briga.

“Vocês [da imprensa] assumem que é difícil. Nós, não”, disse. “Iremos lá e será uma outra corrida, um outro fim de semana, e vamos lutar com tudo para fazer nosso melhor.”

Vettel estava otimista com as chances da Ferrari, já que o campeonato chega em suas seis corridas finais. “É uma pena que não tenhamos conseguido mostrar nosso ritmo [em Cingapura], mas temos outras corridas pela frente. Tenho certeza de que haverá mais oportunidades para nós.”

O chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, insiste que a Ferrari dará a volta por cima. “Aquilo foi muito decepcionante e definitivamente não foi o resultado que esperávamos. Mas isso não significa que a batalha está acabada, e sim que ficou mais difícil”, disse.

“Provamos que temos um excelente carro e dois ótimos pilotos. Garantimos que lutaremos até a última curva da última corrida do ano.”

Hamilton espera uma batalha apertada nas corridas finais do ano, apontando Brasil e México como potenciais corridas em que a Ferrari terá vantagem.

“Temos a Malásia, onde deveremos estar bem. Então, teremos o Japão, pista de alta pressão aerodinâmica, onde pode ser apertado. A Red Bull é muito, muito forte naquele circuito, mas acho que nós deveremos... Definitivamente não será nosso circuito mais forte.”

“Em Austin, deveremos estar bem. Acho que o Brasil será um lugar onde esses caras [a Red Bull] serão particularmente fortes. A Ferrari será particularmente forte.”

“Honestamente, será muito apertado nas próximas corridas. É difícil de prever, como eu disse, mas acho que aquele circuito em particular, e o México [serão onde a Ferrari estará forte].”

“Colocaremos nossa pressão aerodinâmica máxima, porque a altitude é tão alta que há pouco arrasto. Talvez os carros que têm um pouco mais de downforce podem ter uma pequena vantagem sobre nós, mas é tudo um palpite.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias