Raikkonen: "Não é como se tivesse desaprendido a vencer"

Finlandês acredita que sua pilotagem e o carro ainda não estão perfeitos, mas se vê trilhando o caminho das vitórias

Kimi Raikkonen mostrou logo de cara que não esqueceu como acelerar um carro de F-1 depois de dois anos afastado da categoria. Mas o campeão de 2007 afirma que não retornou no início desta temporada apenas para fazer pódios: veio para vencer.

Raikkonen, que tem dois segundos lugares e um terceiro até aqui, acredita que as coisas ainda não saíram totalmente como planejado em nenhuma das oito etapas do campeonato e, por isso, ainda não alcançou o lugar mais alto do pódio. A última vez que isso aconteceu foi no GP da Bélgica de 2009.

“Sempre vamos tentar e, quando pudermos vencer, vamos aproveitar”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace. “Claro que queremos vencer. Já fiz isso antes e não é como se tivesse desaprendido, mas infelizmente ainda não acertamos as coisas em 100% e não acredito que esteja totalmente contente com a maneira como estou pilotando e como o carro está funcionando.”

O finlandês destacou acreditar que a Lotus está no caminho certo, principalmente após as novas peças usadas no GP da Europa, há duas semanas.

“Ainda temos trabalho adiante, mas acho que na última corrida ficamos muito mais felizes com como as coisas caminharam em relação às corridas anteriores, então acho que estamos chegando mais perto de vencer. Estou mais feliz com o carro e as coisas estão ficando mais fáceis.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias