Raikkonen não espera punições de motor em Suzuka

Finlandês espera evitar penalidades no GP do Japão neste fim de semana, apesar de sofrer problemas em sua unidade na Malásia

Kimi Raikkonen largaria em segundo em Sepang, tendo perdido a pole por apenas 0s045 para Lewis Hamilton, mas não conseguiu sequer começar a prova quando a Ferrari encontrou problemas no motor a caminho do grid.

A escuderia suspeita que poderia ser uma recorrência do mesmo problema que impediu o companheiro de equipe, Sebastian Vettel, de estabelecer uma volta rápida na classificação do GP, embora a equipe ainda esteja analisando o caso.

Raikkonen usou o número máximo de turbocompressores e MGU-Hs, mas tem mais uma mudança de motor de combustão interna, MGU-K por fazer e de controle eletrônicos.

Quando perguntado pelo Motorsport.com se ele esperava uma punição no Japão, Raikkonen disse: "Não, não usamos o nosso último motor e não acho que o motor tenha algum problema aqui."

Raikkonen disse que não estava "realmente preocupado" com os problemas que a Ferrari encontrou em ambos os lados da garagem na Malásia.

"É muito estranho, nós não esperávamos isso. Não tivemos nenhum até agora e então tivemos dois em dois dias. Temos que encontrar o motivo."

Embora a Ferrari tenha marcado apenas 12 pontos nas últimas duas corridas, Raikkonen não despreza o trabalho na equipe.

"Temos um bom pacote, mas temos que aproveitar ao máximo", disse ele. "Foram alguns finais de semana difíceis, mas o próximo será uma nova chance."

"É um circuito diferente [Suzuka], mas vamos lá como qualquer fim de semana de corrida e ver onde estamos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias