Räikkönen revela que erro custou lugar na primeira fila

Kimi Räikkönen reconhece que poderia ter conseguido facilmente um lugar na primeira fila, não fosse um erro na última tentativa no Q3; finlandês foi o quarto mais rápido na classificação, mas larga em terceiro devido à punição de Sebastian Vettel

Kimi Räikkönen larga em terceiro no GP da Rússia, mas está convicto de que poderia partir da primeira fila em Sochi - o ferrarista foi o quarto mais veloz no Q3, mas ganhou uma posição com a punição recebida pelo companheiro de equipe, Sebastian Vettel.

O 'homem de gelo' revelou que, mesmo sofrendo com a dianteira da SF16-H durante todo o final de semana, tinha ritmo para largar na primeira fila.

"Acabei 'espalhando' na última curva, mas tenho sofrido durante o final de semana para fazer uma sequência decente de voltas. Na classificação as coisas melhoraram um pouco, mas eu ainda sofri com a dianteira do carro em algumas curvas. De qualquer forma, tinha ritmo para ficar facilmente em segundo", disse.

"Não é o ideal e estou desapontado, mas pelo menos estaremos no lado limpo da pista com o terceiro lugar. Poderia ser muito pior, então nosso objetivo é tentar largar bem e ver o que podemos fazer a partir disso", afirmou.

Por fim, o finlandês disse que a aderência, ainda que siga sendo um problema em Sochi, melhorou de 2015 para 2016. "Todo ano é um desafio fazer os pneus funcionarem aqui. Creio que melhorou um pouco em relação ao ano passado, mas seguimos com dificuldades na dianteira e eu não sou fã de carros que não tenham aderência na dianteira", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias