Raikkonen tem "ferimentos no joelho e tornozelo", mas não preocupa

Piloto finlandês saiu amparado pelos fiscais de pista após pancada logo na primeira volta do GP da Grã-Bretanha

Kimi Raikkonen saiu de sua Ferrari destruída pela batida logo na primeira volta do GP da Grã-Bretanha amparado pelos fiscais de pista, mas sua equipe informou que a contusão não deve ser grave. O impacto da colisão foi de 47 vezes a força da gravidade.

[publicidade]O finlandês perdeu o controle de seu carro na curva 5 e, quando retornou, acabou batendo dos dois lados da pista, em acidente que também envolveu Felipe Massa, que tocou na Ferrari quando tentava desviar e também abandonou.

Apesar de Raikkonen ter saído mancando de seu carro, a Ferrari divulgou, por meio de seu porta-voz, que o finlandês está bem. “Kimi está bem. O impacto foi forte e ele saiu do carro, o que é um bom sinal. Ele tem alguns ferimentos e está no centro médico. São em seu joelho e no tornozelo e ele estará de volta logo.”

Ainda durante a prova, a Ferrari divulgou que o finlandês já havia deixado o circuito, aparentemente sem necessidade de ser levado a um hospital. A Ferrari, contudo, ainda não tem certeza se o piloto estará apto para o teste que será realizado em Silverstone na terça e quarta-feira desta semana. “Vamos tomar uma decisão depois de hoje. Quero estar 100% seguro de que ele estará bem antes. Mas isso não é um grande problema no momento”, disse o chefe ferrarista, Marco Marttiaci.

O final de semana vinha sendo ruim para Raikkonen, que largou em 18º após um erro estratégico da Ferrari. 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias