Rali de SP: Di Grassi e Thi Marques ditam ritmo no treino

Dupla, que entrou por último na pista, chegou a provocar até bandeira vermelha, mas se redimiu e deixou todos para trás

Lucas di Grassi na terra (Bruno Terena)

Em um treino livre complicado, com muitas interrupções para ajustes na pista para corrigir problemas na última curva, principalmente, Lucas di Grassi foi o melhor dos 16 que participam do Rally de São Paulo.

Os dois mais velozes da prática foram, justamente, os que entraram por último na pista: Grassi e Thiago Marques. O piloto de testes da Pirelli na F-1 foi o único a baixar de 48 segundos, cravando 47s930 e superando o piloto da Chevrolet no Brasileiro de Marcas em 0s467.
 
Em seguida, apareceram dois nomes da Stock Car: Tuka Rocha e Thiago Camilo, que lideraram quase toda a sessão. Nelsinho Piquet, da Nascar Nationwide, e Bia Figueiredo, da Indy, completaram os seis primeiros e, também, a lista dos que andaram no mesmo segundo de Di Grassi.
 
Em seguida, apareceram Felipe Giaffone (Truck), Tony Kanaan (Indy), Gil de Ferran (aposentado), Vitor Meira (Indy), Helio Castroneves (Indy), Antonio Pizzonia (Stock Car), Rubens Barrichello (F-1), João Paulo Oliveira (F-Nippon) e Max Wilson (Stock Car).
 
A próxima sessão será mais enxuta, com quatro carros entrando por vez para um treino de cinco minutos, a partir das 19h30 (horário brasileiro de verão).
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias