Razia fica em segundo em teste para jovens pilotos na F-1

Brasileiro deu 64 voltas no circuito de Magny-Cours a bordo da Force India, sendo superado por Jules Bianchi, de Ferrari

A bordo da Force India, Luiz Razia ficou com o segundo tempo no dia de abertura do teste para jovens pilotos realizado pela equipe junto de Ferrari e Mercedes no circuito de Magny-Cours, na França. O francês Jules Bianchi foi o mais rápido, pilotando o F2012, e o britânico Sam Bird foi o terceiro.

Este é o terceiro carro de F-1 com o qual Razia anda, tendo experiência com a Virgin (atual Marussia) e a Lotus (atual Caterham). O brasileiro, que causou uma bandeira vermelha ao rodar na curva Imola, testou uma nova asa dianteira e fez 64 voltas, sendo a melhor em 1min18s535, a 0a465 de Bianchi, usando pneus macios. 

"É sempre valioso passar um tempo com um carro de F-1 e hoje foi muito útil, pois me deu a chance de conhecer a equipe e ficar confortável no carro. O maior desafio foi se acostumar a todos os botões no volante, mas foi uma boa experiência e aprendi tudo sobre os sistemas do carro. Também experimentei o Kers pela primeira vez", disse Razia. "Tivemos alguns problemas com o carro pela manhã, então completei a maior parte de minhas voltas no período da tarde e a pista foi melhorando com o emborrachamento. Melhoramos o carro durante minhas saídas e corrigimos o equilíbrio, que funcionou bem. Gostei muito de trabalhar com a equipe e espero ter a chance de construir em cima disso no futuro".

O piloto de 23 anos agradou a equipe.  "Foi nosso primeiro trabalho com Luiz e ele nos impressionou logo de cara. Ele se mostrou confortável no carro e, imediatamente, foi nos dando um bom feedback nos níveis de aderência. Tivemos um problema de manhã que nos deixou na garagem, mas aceleramos à tarde e completamos o programa", analisou o engenheiro-chefe Jakob Andreasen. 
 
"Tentamos dar a Luiz um sentimento do que é necessário para ser um piloto de F-1, então o dia incluiu algumas largadas e simulações de pit-stop, além de coletarmos seu feedback no acerto. Ele lidou bem com tudo, incluindo o Kers e o DRS, e fez tudo o que pedimos. Seus tempos de volta foram competitivos e ele estabeleceu sua melhor marca com pneus macios", completou.

Mais experiente e inclusive com boa quilometragem por participar dos treinos livres às sextas-feiras, Bianchi completou 87 voltas, passando grande parte do tempo fazendo testes aerodinâmicos para a Ferrari, que também avaliou uma nova asa dianteira. O francês é membro da Academia de Pilotos ferrarista e piloto de testes da Force India, equipe pela qual participa do teste amanhã. Na quinta-feira, volta ao cockpit do carro italiano.

Mas o Mercedes de Bird foi o carro mais observado do dia, pois a equipe aproveitou o teste para avaliar um novo update no W03, que reproduz o efeito Coanda nos gases do escapamento, a exemplo do que faz a Sauber. O britânico completou 95 voltas, sendo a melhor em 1min19s094.

Nesta quarta, além de Bianchi na Force India, participarão Davide Rigon de Ferrari e Bird continua a bordo da Mercedes. 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias