Red Bull admite que errou ao priorizar carro do ano passado

Time optou por continuar focando no desenvolvimento do RB9 mesmo quando Vettel já tinha quase duas vitórias de vantagem

O diretor técnico da Red Bull, Adrian Newey, admitiu que a equipe errou ao demorar para priorizar o projeto do carro de 2014. Os tetracampeões acabaram focando no desenvolvimento do modelo do ano passado, que acabou se tornando muito superior à concorrência na segunda metade da temporada, permitindo que Sebastian Vettel vencesse as últimas nove etapas.

Quando a Red Bull tomou essa decisão de continuar aplicando grande parte dos recursos de sua fábrica no carro de 2013, Vettel já tinha 42 pontos de vantagem em relação a seu então rival mais próximo, Kimi Raikkonen, em meados da temporada.

“Olhando para trás, teria sido mais esperto concentrar-nos inteiramente no novo carro antes”, admitiu o projetista em entrevista à revista oficial da Red Bull. “Em agosto, ninguém poderia ter adivinhado que estaríamos tão na frente no final da temporada.”

O resultado foi um projeto imaturo em relação aos rivais e muitos problemas nos testes. O RB10 fez apenas 320 voltas durante a pré-temporada, menos de um terços do que a Mercedes conseguiu, após uma série de problemas com a unidade de potência da Renault e sua instalação.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias