Red Bull afirma ter batido por cinco vezes recorde de pit stop

Dados obtidos pela telemetria dos carros apontam que a nova melhor marca é de 2s05 para trocar os quatro pneus

A Red Bull afirma ter batido por cinco vezes o recorde de melhor pit stop da história durante o GP da Malásia. Por meio de sensores instalados no carro, a equipe acredita ter superado com boa margem a marca anterior, estabelecida no GP da Alemanha do ano passado, pela McLaren, levando apenas 2s05 para trocar os quatro pneus do carro de Mark Webber na 19ª volta da prova de Sepang.

O tempo da McLaren em Hockenheim havia sido de 2s31. Na Malásia, a Red Bull começou sua sequência com 2s13 para Vettel na quinta volta, 2s13 para Webber na sétima, o recorde absoluto de 2s05 novamente com Webber na 19 e outras duas paradas com tempos abaixo do obtido pela McLaren com o australiano: 2s21 na volta 31 e 2s26 na 43.

A equipe salientou, por meio de comunicado, a dificuldade em estabelecer tais marcas “em uma superfície escorregadia e devido ao calor, que atrapalha na concentração. Os tempos foram tirados dos dados que todas as equipes têm para calcular o tempo em que seus carros ficaram parados”.

A transmissão oficial não contabiliza o tempo do pit stop em si, considerando a perda total do piloto quando ele está com a velocidade limitada dentro do pit Lane. Ainda assim, os dados oficiais da FIA apontam que a Red Bull fez os quatro pits mais rápidos da prova. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Tipo de artigo Últimas notícias