Red Bull: Após “tempestade”, Verstappen está mais forte

compartilhar
comentários
Red Bull: Após “tempestade”, Verstappen está mais forte
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
24 de out de 2018 18:38

Chefe da equipe lembra que seu piloto teve início difícil neste ano e que conseguiu superar má fase

Max Verstappen teve um começo conturbado neste ano, quando uma onda de colisões e erros o deixaram enfrentando críticas sobre falta de maturidade.

Mas sua brilhante atuação em Austin no último final de semana, onde ele largou em 18º e conseguiu terminar em segundo, mostrou o progresso que fez nesta temporada – o que deixa o chefe, Christian Horner, impressionado.

"Acho que desde Montreal ele tem feito algumas corridas brilhantes", disse Horner, quando perguntado pelo Motorsport.com sobre a reviravolta de Verstappen nesta temporada.

“Ele teve um começo difícil para o ano. Mas não se deixou abater. Ele não deixou a pressão chegar até ele. Ele atravessou a tempestade e emergiu do outro lado. Tenho certeza que só o fez mais forte. E ele tem um nível de experiência bom agora.”

"Eu acho que ele está se tornando melhor e melhor em todas as áreas. Nós só precisamos dar a ele as ferramentas para ele produzir esse tipo de performance todo final de semana."

Frustrações de Ricciardo

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, on the grid

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, on the grid

Photo by: Sam Bloxham / LAT Images

Enquanto a temporada de Verstappen tem ido bem, seu companheiro de equipe, Daniel Ricciardo, enfrenta dificuldades após outro abandono nos Estados Unidos.

Uma falha na bateria colocou Ricciardo fora de uma corrida que poderia muito bem ter vencido, e o australiano deixou clara sua frustração quando socou um buraco na parede da sala dos pilotos depois que ele voltou para o paddock.

Horner disse que a ação de Ricciardo era compreensível com a maneira como as coisas estavam indo.

"Você não pode culpá-lo, a frustração está nele", disse: "O que é irônico é que está sempre em seu carro, parece. Foi o contrário no ano passado com Max”.

"Como o principal piloto da Renault, você não esperaria que esses problemas estivessem acontecendo. Do ponto de vista da equipe, tudo o que queremos fazer é terminar o ano em alta com ele e ter a chance de comemorar o tempo que ele esteve conosco. Mas é um pouco infeliz que essas coisas ainda estejam acontecendo para ele.”

“Deve haver frustrações dentro dele com os problemas que estão acontecendo. Ele sabe que não é problema da equipe, ele sabe que não é nada que tenhamos feito e não consegue entender por que isso continua acontecendo com ele.”

Última chance de vencer é no México

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race and collides with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race and collides with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H

Photo by: Sutton Images

O ataque de Verstappen ao segundo lugar em Austin aumentou as esperanças de um forte final de ano para a Red Bull, mas Horner acredita que o déficit de potência que sua equipe enfrenta significa que a corrida deste fim de semana no México é sua última chance de vencer.

“Esperamos que, com a altitude do México, os motores sejam equalizados um pouco”, disse Horner. “Ferrari e a Mercedes não serão capazes de executar seus modos de alta potência, foi o que nos ajudou no ano passado”.

"Estamos esperançosos de que acontecerá o mesmo novamente este ano e, realisticamente, é nossa última chance de vencer uma corrida entre agora e o final do ano."

Next article
Mercedes: Batalha pelo título deste ano está longe de terminar

Previous article

Mercedes: Batalha pelo título deste ano está longe de terminar

Next article

Hamilton: F1 precisa solucionar problemas fundamentais

Hamilton: F1 precisa solucionar problemas fundamentais
Load comments