Red Bull autoriza Honda a fazer testes na STR para 2019

compartilhar
comentários
Red Bull autoriza Honda a fazer testes na STR para 2019
16 de jul de 2018 13:44

Equipe quer que fabricante japonesa experimente o máximo possível no time italiano de olho no desenvolvimento para a temporada de 2019

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, leads Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR13
Brendon Hartley, Toro Rosso STR13

A Red Bull deu carta branca para a Honda fazer o máximo possível de experimentos em sua unidade de potência de olho no desenvolvimento para a temporada de 2019 da F1 – nem que para isso a Toro Rosso tenha de ser sacrificada.

A informação é da revista alemã Auto Motor und Sport. Red Bull e Honda iniciarão uma nova parceria técnica na próxima temporada, quando o time austríaco tentará dar um salto de performance após anos insatisfeita com o trabalho desenvolvido pela Renault.

A Toro Rosso, por sua vez, utiliza as unidades japonesas desde o começo da atual temporada. Assim, para que o motor seja desenvolvido ao seu máximo pensando no campeonato de 2019, a Red Bull pediu para que a Honda introduza quaisquer atualizações que julgue necessário, mesmo que isso signifique punições no grid para Pierre Gasly e Brendon Hartley.

Leia também:

“Claro, deixamos a decisão para a Honda. Mas se eles veem a possibilidade de um desenvolvimento de 0s1, eles podem tentar na corrida – mesmo que isso signifique que tomemos penalidades por isso”, disse Helmut Marko, consultor da Red Bull.

Até o momento, Gasly e Hartley são os pilotos que mais usaram peças de unidade de potência. Em Silverstone, o francês usou seu quarto motor a combustão na temporada, enquanto que o neozelandês contou com seu quinto. Apenas três são permitidos pelo regulamento antes do início da aplicação de punições.

Próxima Fórmula 1 matéria
Gil de Ferran: McLaren deu “passo à frente” em Silverstone

Previous article

Gil de Ferran: McLaren deu “passo à frente” em Silverstone

Next article

Steiner aceita aumento de zona de pontuação na F1 até o 15º

Steiner aceita aumento de zona de pontuação na F1 até o 15º
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias