Red Bull busca justificativas para o erro na estratégia de Vettel

compartilhar
comentários
Red Bull busca justificativas para o erro na estratégia de Vettel
Por: Julianne Cerasoli
18 de abr de 2011 11:08

Enquanto Mark Webber parou três vezes e se recuperou de 18º para terceiro, o pole position fez dois pit stops e chegou apenas 2s3 à frente

Mark Webber e Sebastian Vettel dividem o pódio depois de largarem em 18º e 1º, respectivamente

O pole position para duas vezes, é superado por um piloto que fez três pit stops, conseguindo ser muito mais rápido nas últimas voltas, e vê o companheiro sair do 18º lugar para o seu espelho retrovisor na volta final, apenas 2s3 atrás. E ele parou três vezes.

É difícil para a Red Bull explicar porque optou pela estratégia que provou ser a mais lenta para Sebastian Vettel, principalmente em comparação com o resultado de Mark Webber no GP da China.

O projetista Adrian Newey defendeu a decisão, dizendo que a situação era complexa.

“Tínhamos que cobrir Rosberg e as McLaren. É muito difícil cobrir os três ao mesmo tempo, então decidimos que o melhor a fazer seria parar duas vezes. Precisaria de uma bola de cristal para saber (o que iria acontecer) na volta 23. Poderia ser uma ótima ou péssima decisão e acabou não funcionando, mas ele não ficou tão longe”, salientou o inglês, em entrevista acompanhada pelo TotalRace. Afinal, Vettel chegou a 5s1 do vencedor Hamilton.

“Nosso stint com pneus duros de sexta-feira nos encorajou a tomar esse caminho. Às vezes, quando você toma uma decisão, não sabe exatamente o que vai acontecer nas voltas finais”, argumentou Vettel, citando uma impressionante sequência de voltas que havia feito nos treinos livres, em que manteve-se no mesmo segundo em 17 voltas com o composto duro.

Webber, por outro lado, encontrou mais rendimento em seus pneus macios, já que, por ter sido eliminado logo na primeira parte da classificação, todos os seus jogos mais rápidos estavam zerados.

“A ideia era tirar o duro do caminho e usar o macio mais para o final da corrida, quando eu estaria mais sozinho, sem tráfego, e poderia impor meu ritmo. No começo achei que seria doloroso, porque não estava funcionando, mas depois quando consegui andar sozinho, as coisas começaram a melhorar”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

(colaborou Felipe Motta, de Xangai)

Próxima Fórmula 1 matéria
Pilotos explicam como é viver a nova F-1 dentro do cockpit

Previous article

Pilotos explicam como é viver a nova F-1 dentro do cockpit

Next article

Ascanelli compara Vettel a Senna e descarta Schumi

Ascanelli compara Vettel a Senna e descarta Schumi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel Shop Now
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias