Red Bull confirma motor Renault rebatizado de Tag Heuer

Com acordo, carro de 2016 será chamado de Red Bull Racing-TAG Heuer RB12

A Red Bull irá correr na Fórmula 1 com um motor Renault da marca TAG Heuer na próxima temporada, confirmou a equipe nesta sexta-feira. O acordo com a empresa que patrocinou a McLaren por 30 anos já havia sido anunciado, mas faltava a confirmação quanto à sua extensão.

Especulações sobre o acordo cresceram na quinta-feira, quando a escuderia postou em seu Twitter uma imagem que sugeria que a engenharia suíça ajudaria no progresso da equipe em 2016. A equipe vivia um impasse em relação ao motor para a próxima temporada por causa da relação conturbada com a Renault em 2015, mas optou pela permanência da parceria, mas agora com a participação da Tag Heuer.   

Com o acordo selado, o carro de 2016 será chamado de Red Bull Racing-TAG Heuer RB12.

“TAG Heuer e Red Bull são duas marcas transcendentais que têm a paixão pela corrida e por fazer coisas de formas diferentes, e essa colaboração distinta é uma evidência disto. TAG Heuer tem sido um ícone no mundo da Fórmula 1 por muitos anos e nós estamos felizes por eles terem escolhido continuar a associação com o esporte conosco”, disse o chefe da Red Bull, Christian Horner.        

Sobre a continuidade da parceria com a Renault, Horner destacou a participação de Mario Illien, um guru dos motores, que ajudará no desenvolvimento das unidades de potência da fornecedora francesa no próximo ano.

“Nós estamos agradecidos de ver a Renault confirmar seu comprometimento com a Fórmula 1 gostaríamos de agradecê-los pela contribuição desde 2007. A parceria deles com a Ilmor (de Mario Illien) nos dá confiança, e nós  estamos ansiosos por 2016”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags tag heuer