Red Bull discutiu perspectiva de acidente antes de corrida

Chefe da Red Bull, Christian Horner revelou que as preocupações sobre um incidente entre Max Verstappen e Daniel Ricciardo já haviam sido discutidas na manhã do GP do Azerbaijão

Os pilotos da Red Bull tiveram que abandonar o GP do Azerbaijão depois que Daniel Ricciardo bateu na traseira de Max Verstappen, após várias voltas de batalha de roda a roda.

Christian Horner fez questão de salientar que sentiu que ambos os pilotos eram igualmente responsáveis pela colisão e que eles precisam saber onde estão os limites.

O chefe da equipe disse que o cenário foi discutido antes da corrida, e insistiu que será discutido novamente antes do GP da Espanha.

"Nós discutimos isso extensivamente em muitas ocasiões", disse Horner. "Nós até discutimos isso de manhã, que queríamos evitar uma repetição do cenário da Force India no ano passado, e que permitiríamos que eles corressem, mas que deixassem espaço um ao outro.”

"Infelizmente isso não aconteceu. Nossos pilotos têm corrido duro, no limite, mas infelizmente esse incidente aconteceu.”

"Vamos discutir isso antes de Barcelona, mas queremos continuar permitindo que os pilotos corram. Foi um acidente de corrida, ambos igualmente culpados."

Ele também descartou a sugestão de Niki Lauda de que, se tal incidente ocorresse na Mercedes, os pilotos pagariam pelos danos.

"Niki talvez seja mais orientado financeiramente do que outros", disse Horner. "Acho que a coisa mais importante é que ambos reconheçam que o que aconteceu hoje é inaceitável.”

"A F1 é um esporte de equipe, os pilotos são um elemento desta equipe, eles vestem o macacão e entram no carro, eles representam as cerca de 800 pessoas pelas quais eles guiam.”

"Eu acho que os dois terão tido lições inestimáveis a partir de hoje."

Horner disse que a equipe não considerou tirar Verstappen ou Ricciardo do caminho um do outro: "Você tenta fazer o seu melhor como um time e você não quer penalizar um piloto sobre o outro, então nós tentamos dar eles a estratégia ideal.”

"Idealmente, estávamos esperando por um safety car no último quarto da corrida, para ir com os ultramacios, mas nunca sonhamos que nós estaríamos causando a entrada do safety car."

Horner também confirmou que a equipe não esperava que Verstappen voltasse à frente de Ricciardo no pitstops, um resultado que levou ao acidente quando deixou o australiano para trás.”

"Obviamente damos a preferência para o carro da frente, parando Daniel primeiro, tendo a posição da pista, indo para o pneu ultramacio que, teoricamente, aquece melhor", acrescentou.

"Acho que Max se beneficiou de um primeiro setor com DRS. Em seguida, ele combinou com seu melhor setor médio e um forte setor final. As paradas estavam dentro de um décimo de segundo um do outro.”

"Obviamente a saída de Daniel não foi tão rápida quanto a volta de Max."

"Os pneus de Daniel estavam a uma temperatura de trabalho mais rápida que a de Max, e obviamente ele estava querendo capitalizar isso. Nós tínhamos visto muitas corridas boas entre os dois antes disso durante toda a tarde."

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Azerbaijão
Pista Baku City Circuit
Pilotos Daniel Ricciardo , Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias