Red Bull e Honda planejam novas conversas no GP da Espanha

Red Bull e Honda agendaram novas conversas para o GP da Espanha em meio a indicações de que ambas as partes podem juntar forças na F1 em 2019.

Como o Motorsport.com revelou no começo da semana, a equipe inglesa e a fabricante japonesa tiveram a primeira reunião formal sobre uma possível parceria em Baku, no último fim de semana.

Ali, o consultor da Red Bull, Helmut Marko, se juntou ao chefe da Honda no automobilismo, Masashi Yamamoto, para desenvolver as primeiras ideias sobre o que seria possível fazer a partir do ano que vem. 

Desde então, veio à tona que as conversas foram encorajadoras o suficiente para que uma segunda reunião fosse agendada para a próxima corrida, em Barcelona, a qual Yamamoto vai comparecer. 

Fontes indicaram que ambos os lados estão trabalhando duro para que um acordo Red Bull-Honda seja feito, sendo que o GP do Canadá, em junho, é visto como fundamental para a tomada da decisão final.

Em Montreal, tanto a Honda quanto a Renault, atual fornecedora da Red Bull, devem introduzir novidades que melhoram a performance. A forma com que cada uma vai render pode ser importante para a decisão final, já que indicará a melhor possibilidade para progresso no ano que vem. 

A Red Bull permanece calada sobre o estágio da negociação, mas indicou que está esperando as novidades da Honda para que possa julgar seu potencial completo. 

“Estamos muito satisfeitos com o andamento da parceria com a Toro Rosso”, disse Marko ao Motorsport.com. “A confiabilidade já melhorou consideravelmente. Quanto à performance, vamos esperar pelas próximas novidades.”

O desejo da Red Bull em esperar até o GP do Canadá antes de tomar uma decisão a coloca além da data de preferência da Renault, 15 de maio, então não ficou claro como a fabricante francesa vai reagir se não houver um acordo até lá. 

Esforços para pilotos

Apesar de aliança entre Red Bull e Honda possivelmente não resultar na injeção financeira que a McLaren teve, há margem para que a parceria vá além de um simples fornecimento de motor.

Uma área em que a Honda está disposta a fazer algo diferente é em colocar um de seus pilotos júnior em uma vaga na F1, o que possivelmente aconteceria com a Toro Rosso. 

O candidato óbvio para isso é Nirei Fukuzumi que compete na F2 e Super Fórmula na tentativa de obter seus pontos de superlicença.

Uma promoção de Fukuzumi à Toro Rosso significaria que um dos atuais pilotos do time, Pierre Gasly e Brendon Hartley, teria de abrir espaço.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias