Red Bull nega hipocrisia em crítica a domínio da Mercedes na F-1

Chefe da equipe, Christian Horner diz que time jamais esteve em posição de dominância como a Mercedes

Depois de críticas da Mercedes à Red Bull, para que se concentrassem ao invés de criticar o domínio da escuderia da estrela de três pontas, sugerindo que as críticas do time austríaco eram hipócriotas já que foram tetracampeões seguidamente nos últimos anos, Christian Horner respondeu. Segundo ele, a Red Bull jamais esteve tão à frente do resto quanto está a Mercedes agora.

[publicidade]“Posso entender que sugiram hipocrisia da nossa parte, mas quando estávamos ganhando nós nunca tivemos em uma posição tão dominante quanto eles estão agora, nem de longe. Sempre quando mostrávamos que estávamos bem, as regras mudavam”, falou Horner.

"Tivemos que nos adaptar a isso. Tivemos que adaptar ao abastecimento, a não reabastecer mais, até  mudanças aerodinâmicas, difusor duplo, não ter difusor duplo, difusor soprado, o mapeamento do motor, que mudou no meio da temporada. Estamos prontos para uma temporada com um grande domínio."

Horner também pontuou que as dificuldades da Honda em seu recomeço na categoria sugerem que as atuais regras se tornaram muito complicadas para fazer as corridas competitivas.

"Eu acho que eles têm um pacote bom. A unidade de energia é muito complicada. Olhando para uma empresa do porte da Honda e o tempo de preparação que tiveram, vir aqui e estar tão longe do ritmo, na parte de trás do grid, demonstra o quanto é difícil. Talvez essas coisas sejam muito complicadas.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias