Red Bull quer que Mercedes se arrependa de negar motores

Consultor esportivo da Red Bull, Helmut Marko disse que espera que a Mercedes se arrependa da decisão de não fornecer motores para a sua equipe

O conselho da Mercedes, semana passada, votou por rejeitar um possível acordo com a Red Bull, que está considerando suas opções devido ao provável encerramento da parceria com a Renault. Decepcionado pelo acordo ter sido vetado, Marko disse que a Mercedes poderá sofrer um duro golpe caso seja derrotada pela sua equipe no futuro:

“As conversas com a Mercedes terminaram antes de que nós pudéssemos detalhar a proposta”, disse Marko ao site da Speedweek. “Havia necessidades específicas na negociação, mas não pudemos chegar ao ponto de discuti-las em detalhes. Agora, teremos de ver qual motor usaremos”.

Marko disse, ainda, que as gerências de Red Bull e Renault vão se durante o GP de Cingapura, ou até mesmo antes disso, para discutir o encerramento da parceria entre os dois.

“Ainda não está decidido quando será o encontro, mas nós discutiremos todos os aspectos e tentaremos chegar a um acordo”, disse Marko.

Quando perguntado se o final da parceria com a Renault seria planejado para o final deste ano ou do próximo, ele se limitou a dizer: “eu não posso falar mais sobre isso antes da reunião”.

Com o trabalho no carro de 2016 em curso, Marko está ciente de que saber qual motor será utilizado no próximo ano é parte crucial do desenvolvimento. Apesar de afirmar que a equipe tem certos “padrões estabelecidos” no projeto, ele reconhece: “o quando antes nós tomarmos uma decisão, melhor.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias