Red Bull quer redução dos custos por meio das regras, diz Horner

Atuais campeões do mundo e Toro Rosso são as únicas que não aceitam termos atuais do acordo de restrição de gastos

Horner não concorda com atuais termos da RRA

Em mais um capítulo da tentativa de baixar os custos da F-1, a Red Bull (e, consequentemente, sua sub-equipe, a Toro Rosso) têm resistido em participar do acordo de redução de gastos, que já teria sido fechado com os outros dez times.

No entanto, o chefe da equipe principal, Christian Horner, nega que a empresa seja contra o corte de gastos em si, mas apenas não concorda com a maneira como o acordo foi feito.

“O que gostaria de deixar claro é que a Red Bull está totalmente de acordo com o controle de gastos na F-1. Só questionamos se o acordo de restrição de gastos [RRA, em inglês] é o caminho certo para obter isso”, afirmou ao The Guardian.

De acordo com Horner, as equipes querem que a FIA controle a RRA, algo com que a Red Bull não concorda. Além disso, o tipo de controle estabelecido dificulta a fiscalização em equipes como Mercedes e Ferrari, que podem desviar o desenvolvimento para seus departamentos de carros de rua sem que esses avanços somem no RRA.

“Há maneiras melhores de fazer isso por meio dos regulamentos esportivo e técnico ao invés de restrições que se valem da equivalência e proporcionalidade de tempo e funcionários. Isso é sempre complicado em companhias subsidiárias, especialmente montadoras.”

A Red Bull, portanto, acredita que, quanto menos controle por meio do acordo e mais proibições usando as regras, mais justo será o sistema.

“Quando a Fota foi criada havia restrições claras e tangíveis em relação ao número de funcionários, quantidade de motores, câmbios, testes, todas as coisas que podem ser controladas e que genuinamente servem para economizar. Esse tipo de coisa deveria ser o foco ao invés de equivalências, algo que traz problemas e dificuldades.”

“A intenção era boa, mas nesse tipo de coisa, quando você começa a detalhar é algo difícil de controlar. É o caso específico quando há companhias ou equipes que são subsidiárias a outras organizações. Para nós, preferimos algo mais simples de medir.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias