Red Bull: Teríamos batido a Ferrari na pista também

Chefe da equipe austríaca diz que ritmo apresentado na Malásia foi o melhor do grid e enaltece atuação de Verstappen

Apesar de a Ferrari ter tido a possibilidade de lutar pela vitória no GP da Malásia retirada por motivos de confiabilidade, o chefe da Red Bull, Christian Horner, acha que seu carro não teria sido batido pelo time de Maranello.,

Ele acredita que, mesmo que seus rivais tivessem começado à frente, seu time poderia vencer a prova.

"Eu acho que nós tivemos bom ritmo nos dois carros", disse Horner. "Eu acho que Sebastian foi rápido no final da corrida porque estava tentando se recuperar.”

"Mas eu não vi ritmo de pneu supermacio ou macio em pista livre que fosse mais rápido do que o que éramos capazes de fazer hoje. Durante todo o fim de semana o carro esteve em muito bom estado."

O fato de a vitória não ter dependido de incidentes, faz a Red Bull acreditar em uma boa evolução.

"Nós fomos mais rápidos do que o esperado para ser honesto com você", disse Horner. "Mas achávamos que estaríamos em boa forma.”

"O carro foi muito bem com os pneus na sexta-feira. Você pode ver que nós estávamos andando com um pouco menos de downforce do que os outros. Nós não tivemos a asa T aqui, por exemplo, e eu acho que nós descobrimos uma configuração muito boa. Além disso, os pilotos também foram muito bem."

Melhor que a Espanha

A Malásia foi a segunda vitória de Max Verstappen na F1. Ele também ganhou o GP da Espanha no ano passado, em sua primeira prova pela Red Bull.

Horner não tem dúvidas de que a natureza da vitória da Malásia - incluindo uma brilhante ultrapassagem em Lewis Hamilton – faz este triunfo ser melhor que o de Barcelona.

"A Espanha foi um conto de fadas, porque foi a primeira vez que ele pulou no carro", disse Horner. "Mas foi uma corrida estratégica.”

"Ele sofreu muita má sorte neste ano. Acho que no automobilismo você tem bons dias e dias ruins, mas ele teve alguns dias bem ruins neste ano. Isso faz você apreciar os bons dias ainda mais.”

"Então, acho que a experiência que ele passou neste ano fará o gosto da champanhe ainda mais doce."

Perguntado se o sucesso da Malásia aumentou as esperanças de mais vitórias, Horner disse: "Temos cinco corridas ainda, e para nós, como já disse antes, cada corrida é como uma final de Copa do Mundo. Vamos pensando nisso".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias