Red Bull vê México como último lugar onde pode vencer em 2018

compartilhar
comentários
Red Bull vê México como último lugar onde pode vencer em 2018
Por: Adam Cooper
24 de set de 2018 17:33

Time austríaco é pessimista e enxerga possibilidade de brilhar apenas no Circuito Hermanos Rodriguez

O chefe da equipe Red Bull na Fórmula 1, Christian Horner, disse que o GP do México é "realisticamente" a única chance de sua equipe conseguir mais uma vitória em 2018.

A Red Bull venceu três corridas em 2018, e disputou o primeiro lugar no circuito de Singapura, com Max Verstappen perdendo para o piloto da Mercedes, Lewis Hamilton.

Verstappen venceu no México no ano passado, e Horner espera que a equipe austríaca possa andar bem mais uma vez no Autódromo Hermanos Rodriguez.

"Eu acho que, realisticamente, o México é provavelmente a única chance que nos resta, em circunstâncias normais", disse Horner. "Espero que possamos conseguir mais alguns pódios antes do final do ano."

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que seria bom ter a Red Bull andando bem enquanto o campeonato mundial se aproxima do clímax, com Hamilton travando uma batalha com Sebastian Vettel, da Ferrari.

O segundo lugar de Verstappen em Cingapura permitiu a Hamilton colocar mais 10 pontos entre ele e Vettel, deixando a diferença entre os dois com 40 pontos com seis corridas pela frente.

"A Red Bull foi um fator real em Cingapura", disse Wolff quando perguntado sobre a forma do time pelo Motorsport.com.

“E se eles pudessem desempenhar um bom papel até o final da temporada, seria legal. É bom tê-los junto, é bom para os fãs e para as corridas. Nós gostamos disso.

"O México será o próximo local onde no papel eles devem ser realmente rápidos, mas quem sabe o que pode acontecer em Sochi e Suzuka?"

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

Photo by: Manuel Goria / Sutton Images

Horner, por sua vez, insiste que é cedo demais para anular as chances de título de Vettel, com quem venceu quatro campeonatos mundiais.

O chefe da Red Bull apontou a recuperação de Vettel contra Fernando Alonso na corrida pelo título de 2012 como um exemplo de por que o alemão não deve ser descartado.

"Normalmente ele é muito bom sob pressão", disse Horner sobre Vettel. "Então ele certamente não vai desistir”.

"Ele tinha 40 pontos atrás antes, acho que em 2012.”

“Obviamente, parece que Lewis está no comando agora, ele só precisa ser consistente até o final do ano. Certamente vai ser uma batalha difícil para a Ferrari se recuperar.”

“A Ferrari tem um carro muito rápido, ainda faltam seis corridas, 150 pontos disponíveis. Qualquer coisa ainda pode acontecer, mas Lewis está um fim de semana e um terceiro lugar à frente. Ele parece em boa forma.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Raikkonen visita fábrica da Sauber e realiza molde de banco

Previous article

Raikkonen visita fábrica da Sauber e realiza molde de banco

Next article

Pérez diz que nunca considerou retorno à McLaren em 2019

Pérez diz que nunca considerou retorno à McLaren em 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing Shop Now , Mercedes Shop Now
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias