Red Bull: Verstappen não precisou de caos para vencer

compartilhar
comentários
Red Bull: Verstappen não precisou de caos para vencer
Adam Cooper
Por: Adam Cooper
1 de nov de 2017 15:34

Para consultor da Red Bull, Helmut Marko, holandês ganharia o GP do México mesmo sem confronto entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel

Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race and collides with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race and collides with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13 leads at the start of the race and collides with Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13
Max Verstappen, Red Bull Racing RB13

Max Verstappen dominou o GP do México para conquistar a segunda vitória da temporada 2017, terminando quase 20 segundos à frente da Mercedes de Valtteri Bottas.

O holandês ficou sem adversários, depois que Lewis Hamilton e Sebastian Vettel entraram em contato e danificaram seus carros no início, caindo para a parte de trás do grid.

O consultor da Red Bull, Helmut Marko disse que, mesmo que Verstappen não ganhasse a liderança na primeira volta, ele ainda poderia ter vencido a corrida.

"É claro que ajudou muito, mas estou convencido de que tínhamos a velocidade e o potencial para superar quem estava à nossa frente", disse ele ao Motorsport.com.

Marko insiste que Verstappen tinha muita velocidade nas mãos, e poderia ter ido mais rápido, se necessário.

O rádio da equipe indicou que a equipe tentou diminuir o ritmo do holandês devido às preocupações de confiabilidade.

"O intuito era ir o mais lento possível, e não ir o mais rápido possível", acrescentou Marko. "Estávamos todos muito, muito preocupados."

"Quatro carros pararam e todos tinham o mesmo motor que nós, houve algumas falhas durante o fim de semana, então antes que o carro cruzasse a linha de chegada, não acreditei."

"Você não viu o potencial real do carro ou de Max. Apenas após o pit stop que a distância foi para 20 segundos."

"Isso mostra que a nossa aerodinâmica está certa, e com certeza o chassi, temos o melhor agora."
"Na corrida, o motor não é mais um diferencial, e Max está ficando cada vez melhor. Eu acredito que Daniel [Ricciardo] também estaria no pódio, sem o problema do motor."

Embora o RB13 tenha mostrado uma velocidade impressionante nas corridas recentes, Marko reconheceu que o desempenho dominante no México foi um caso especial.

"Você não pode esquecer que estávamos na altitude, então a aerodinâmica desempenha um papel ainda maior, e do outro lado, as diferenças de motores estão ficando menores", admitiu. "Então, infelizmente, não será o mesmo em Abu Dhabi."

Próxima Fórmula 1 matéria
Haas reclama com FIA após incidente de Grosjean e Alonso

Previous article

Haas reclama com FIA após incidente de Grosjean e Alonso

Next article

Lowe: Gastos da F1 são problema maior que motores

Lowe: Gastos da F1 são problema maior que motores
Load comments