Renault adverte Red Bull sobre mudança para Honda

compartilhar
comentários
Renault adverte Red Bull sobre mudança para Honda
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble , Formula 1 Editor
8 de jun de 2018 21:19

Fabricante francesa alertou Red Bull que corre o risco de perder a chance de vencer o campeonato mundial de Fórmula 1 nos próximos dois anos se mudar para os motores Honda em 2019

Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal, Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant and Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director
Alan Permane, Renault Sport F1 Team Race Engineer and Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14
Max Verstappen, Red Bull Racing RB14

A Red Bull está atualmente avaliando suas opções para a próxima temporada, com a decisão de assinar um novo contrato de dois anos com a Renault ou de se juntar à Honda antes do GP da Áustria, em 1º de julho.

Embora a Honda tenha feito um bom progresso durante o inverno, uma atualização que a Renault trouxe para o GP do Canadá neste fim de semana ajudou Max Verstappen a ser o mais rápido das duas sessões de treinos nesta sexta-feira.

Falando sobre a situação do motor, o diretor da Renault F1, Cyril Abiteboul, sugeriu que a Red Bull precisava pensar cuidadosamente sobre o que faria, porque a montadora francesa estava convencida de que poderia ajudar seu time a conquistar outro título.

"Eu entendo o que eles estão procurando", disse Abiteboul à Sky. "Eles estão olhando pelo lado técnico e comercial, porque é claramente diferente permanecer como cliente e parceiro da Renault, em vez de se tornar uma equipe de trabalho da Honda.”

"Eu aprecio isso, mas, francamente, no que me diz respeito, eles têm a chance de nos tornar campeões mundiais novamente. Não posso dizer isso da Honda."

"Com o que eles têm agora, o que está chegando no carro, e o carro deles que é claramente um ótimo carro, talvez o melhor, eles têm a chance de serem campeões mundiais novamente nos próximos dois anos."

Apesar de Abiteboul ter enfrentado alguns momentos difíceis com a Red Bull durante a era híbrida, ele sugeriu que acha melhor agora que a Red Bull permanecesse a bordo.

"É uma decisão complexa para eles e para nós", disse ele. "Mas talvez seja o meu lado emocional. Eu tenho trabalhado 12 anos puxando meus cabelos com Christian [Horner] e Helmut [Marko], e eu não quero perder nada disso.”

"Mas, francamente, na construção da equipe da Renault, acho que ainda é interessante obter a capacidade de pesquisa da Red Bull.”

"Sabemos onde precisamos trabalhar com base no que eles estão fazendo. Eles mostraram que um motor Renault pode vencer corridas em condições normais, então é um bom sinal do que estamos fazendo, onde estamos progredindo e onde precisamos progresso."

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Localização Circuit Gilles-Villeneuve
Equipes Red Bull Racing, Renault F1 Team
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias