Renault assina carta de intenção de comprar a Lotus

A fabricante francesa deu um passo adiante na sua tentativa de retornar à F1 ao assinar uma carta de intenção de comprar a Lotus

Após semanas de incerteza sobre o negócio, e após um ultimato da Justiça para que a Lotus negociasse as suas dívidas com seus credores, finalmente houve algum progresso nas negociações. 

As partes lançaram um comunicado que diz: "o grupo Renault e a Gravity Motorsports S.a.r.l, afiliada da Genii Capital SA, têm o prazer de anunciar a assinatura de uma carta de intenção sobre uma potencial compra da Renault das ações majoritárias da Lotus F1 Team".

"O grupo Renault e a Gravity vão trabalhar juntos nas próximas semanas para eventualmente tornar este acordo inicial em uma transação definitiva, desde que sejam cumpridos todos os termos e condições de interesse de ambas as partes", disse a carta.

Apesar das negociações com a Lotus terem chegado em um estágio avançado nas últimas semanas, o capítulo final da história diz respeito a uma cláusula da FOM que garantiria receitas comerciais extras à nova equipe.

A Renault acredita que devido ao seus histórico na categoria e contribuição ao esporte, deveria receber verbas extras, como ganham Red Bull, Williams e Ferrari.

Uma vez que a luz verde sobre a compra da Lotus estiver definida, a Renault poderá focar em qual piloto irá ser o parceiro de Pastor Maldonado no ano que vem, em substituição a Romain Grosjean, que acertou transferência para a Haas.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Lotus F1
Tipo de artigo Últimas notícias