Renault estende prazo de escolha de motor para Red Bull

Por conquistas do passado, Renault confirma que gentilmente aumentou prazo para decisão da Red Bull sobre unidade de 2019

A Renault concedeu à Red Bull duas semanas adicionais para decidir quem será sua fornecedora de unidades de potência para 2019.

Chefe da Renault, Cyril Abiteboul insiste que a fabricante não é contra continuar com seu acordo de fornecimento de motores para a Red Bull Racing no ano que vem e, para provar sua boa fé, estendeu o prazo de decisão da equipe em duas semanas.

Os fabricantes de motores devem confirmar sua lista de clientes para a FIA até 15 de maio, mas uma extensão é possível se a federação e a fabricante concordarem.

A Red Bull atualmente pondera sua escolha de unidade de potência para o futuro. O time de sede em Milton Keynes está avaliando uma extensão de seu acordo com a Renault ou uma mudança para Honda, que atualmente fornece motores para a Toro Rosso.

"Depois de doze anos junto, passando por muitas vitórias, estaríamos prontos para continuar com eles", disse Abiteboul ao jornal francês Auto-Hebdo.

"A questão número 1 é o timing. Não poderemos garantir a disponibilidade de um motor Renault para 2019 além de 31 de maio. Fomos legais, demos a eles duas semanas extras."

No entanto, a Red Bull iniciou conversas com a Honda no GP do Azerbaijão e continuará as discussões com a fabricante japonesa nesta semana na Espanha.

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, recentemente insistiu que, quando chegar a hora de escolher seu parceiro de motores para 2019 o critério principal será o desempenho.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias