Renault foca no desenvolvimento do motor de 2018

Fabricante francesa também trabalha para superar série de falhas que destruíram a temporada da sua equipe em 2017

Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg e Brendon Hartley sofreram problemas de motor no GP do México, após abordagem muito agressiva para a corrida já admitida pelo diretor-geral da Renault, Cyrill Abiteboul.

Desde Austin, tem sido testando um motor V6 revisado, com peças em desenvolvimento para 2018, com a atualizações que devem deixar os carros cerca de dois décimos mais rápidos, dependendo da pista.

"Sabemos que a atualização está funcionando, não há dúvida disso, mas é uma atualização que traz apenas uma parte do que queremos trazer durante o inverno e 2018. Este tem que ser o foco agora", disse Abiteboul ao Motorsport.com.

O fabricante francês não conseguiu chegar perto dos rivais Ferrari e Mercedes em termos de potência nesta temporada, mas Abiteboul tem esperança de que a diferença possa ser superada durante o inverno.

"A imagem não mudou", disse Abiteboul, depois que Max Verstappen conquistou a vitória com a Red Bull-Renault, no México.

"No sábado, ainda temos uma diferença substancial para os líderes, mas na corrida, estamos ficando muito próximos”.

"O objetivo do inverno é encurtar essa diferença para o domingo e entender o que podemos fazer em termos de modo de classificação".

Após o segundo duplo abandono da temporada no México, Abiteboul admitiu que o objetivo da Renault de conquistar o quinto lugar no campeonato de construtores pode estar fora de alcance.

"Nossa posição no campeonato não é ajudada pelo que aconteceu [no México], mas claramente será extremamente difícil lutar pelo quinto lugar no campeonato”.

"Precisamos manter o moral alto e também olhar para frente. Mas não podemos ignorar o que aconteceu neste fim de semana porque precisamos entender e tomar medidas".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias