Renault foca no desenvolvimento do motor de 2018

compartilhar
comentários
Renault foca no desenvolvimento do motor de 2018
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Daniel Betting
8 de nov de 2017 15:07

Fabricante francesa também trabalha para superar série de falhas que destruíram a temporada da sua equipe em 2017

Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director and Frederic Vasseur, Sauber Team Principal
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team RS17
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team
Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team RS17
Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso STR12 retires from the race with engine failure
The car of race retiree Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso is recovered by Marshals after stopping on track with engine failure
Race retiree Brendon Hartley, Scuderia Toro Rosso gets a ride with a Marshal on a motorbike after retiring with engine failure

Daniel Ricciardo, Nico Hulkenberg e Brendon Hartley sofreram problemas de motor no GP do México, após abordagem muito agressiva para a corrida já admitida pelo diretor-geral da Renault, Cyrill Abiteboul.

Desde Austin, tem sido testando um motor V6 revisado, com peças em desenvolvimento para 2018, com a atualizações que devem deixar os carros cerca de dois décimos mais rápidos, dependendo da pista.

"Sabemos que a atualização está funcionando, não há dúvida disso, mas é uma atualização que traz apenas uma parte do que queremos trazer durante o inverno e 2018. Este tem que ser o foco agora", disse Abiteboul ao Motorsport.com.

O fabricante francês não conseguiu chegar perto dos rivais Ferrari e Mercedes em termos de potência nesta temporada, mas Abiteboul tem esperança de que a diferença possa ser superada durante o inverno.

"A imagem não mudou", disse Abiteboul, depois que Max Verstappen conquistou a vitória com a Red Bull-Renault, no México.

"No sábado, ainda temos uma diferença substancial para os líderes, mas na corrida, estamos ficando muito próximos”.

"O objetivo do inverno é encurtar essa diferença para o domingo e entender o que podemos fazer em termos de modo de classificação".

Após o segundo duplo abandono da temporada no México, Abiteboul admitiu que o objetivo da Renault de conquistar o quinto lugar no campeonato de construtores pode estar fora de alcance.

"Nossa posição no campeonato não é ajudada pelo que aconteceu [no México], mas claramente será extremamente difícil lutar pelo quinto lugar no campeonato”.

"Precisamos manter o moral alto e também olhar para frente. Mas não podemos ignorar o que aconteceu neste fim de semana porque precisamos entender e tomar medidas".

Próxima Fórmula 1 matéria
Massa: Fórmula 1 precisa de motores mais simples

Previous article

Massa: Fórmula 1 precisa de motores mais simples

Next article

Mercedes usa últimos GPs do ano para fazer testes para 2018

Mercedes usa últimos GPs do ano para fazer testes para 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias