Renault: nome Lotus não será mantido em caso de aquisição

compartilhar
comentários
Renault: nome Lotus não será mantido em caso de aquisição
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
19 de nov de 2015 19:19

Fabricante francesa diz que não esperará uma temporada para mudar de nome, caso aquisição da Lotus seja confirmada para 2016

Renault logo no motor da Red Bull Racing RB10
Renault logo no caminhão
Cyril Abiteboul, Renault Sport F1 Managing Director
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23 passa por uma propaganda da Renault
Cyril Abiteboul, Renault Sport F1
Romain Grosjean, Lotus F1 E23
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23
Romain Grosjean, Lotus F1 E23

O retorno da Renault como equipe na F1, comprando a estrutura que atualmente pertence à Lotus ainda não foi confirmado - as negociações sobre o tema tem acontecido há meses. Espera-se que a fabricante francesa confirme os planos no GP de Abu Dhabi, que encerra a temporada 2015 da F1.

Nãs últimas semanas, surgiram rumores de que a Renault poderia manter o nome Lotus na próxima temporada, pois 2016 seria uma espécie de ano de transição para o time. O diretor esportivo da Renault F1, Cyril Abiteboul, deixou claro, porém, que se os franceses concretizarem a aquisição do time de Enstone a mudança de nome será imediata.

“Será em 2016, não há razão para esperar. Sabemos que em termos de operações e performance será, se concluirmos o negócio, um ano de transição. Mas não há o que esperar em termos de marketing, ainda que os resultados de pista não sejam os melhores. Há uma longa história para contar e não podemos esperar para contá-la", disse.

Processo de aprovação

Para mudar o nome de Lotus para Renault, será necessária a aprovação tanto das demais equipes do grid quanto do chefão da categoria, Bernie Ecclestone. Abiteboul acredita que não haverá oposição às mudanças - espera-se que a Manor também queira entrar com um pedido de mudança de nome.

Além disso, o dirigente sugeriu que há outras marcas que podem ser associadas ao provável retorno da marca francesa com equipe própria. 

“Sabemos o que queremos, temos uma estratégia quanto ao nome e sabemos o porquê de nossa possível entrada na F1 e quais marcas queremos promover. Renault é a marca principal, mas temos outras associadas às corridas. Mas não direi mais nada sobre isso, pois será uma das partes de nosso anúncio", afirmou.

“(A mudança de nome) é um processo que temos discutido com os responsáveis. Não iniciamos nada porque, imagino, isso deva passar por algum tipo de comissão. Aparentemente, no entanto, não somos os únicos que querem discutir mudanças no nome, então espero que as pessoas que cuidam disso sejam pragmáticas", completou.

Next article
Honda está aberta a fornecer motores a mais equipes

Previous article

Honda está aberta a fornecer motores a mais equipes

Next article

Williams desiste de recorrer da exclusão de Massa no Brasil

Williams desiste de recorrer da exclusão de Massa no Brasil
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Team Lotus Shop Now
Autor Jonathan Noble