Renault: Sirotkin "precisa ter uma chance" na F1

compartilhar
comentários
Renault: Sirotkin
Por: Ben Anderson
Traduzido por: Daniel Betting
22 de dez de 2017 14:22

O chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul, diz que Sergey Sirotkin seria digno de um assento na Fórmula 1 se a Williams optar por colocar o russo ao lado de Lance Stroll em 2018

Sergey Sirotkin, Renault Sport F1 Team RS17 Test Driver
Sergey Sirotkin, Renault Sport F1 Team RS17 Test Driver
Sergey Sirotkin, Williams FW40
Sergey Sirotkin, Williams FW40
Sergey Sirotkin, Williams FW40
Sergey Sirotkin, Williams FW40

Sergey Sirotkin emergiu como o principal concorrente à última vaga no grid da F1 para a próxima temporada, depois de um teste bem-sucedido com a Williams em Abu Dhabi em novembro.

A sugestão é que Sirotkin superou o outro candidato Robert Kubica no teste, e o russo também traria um apoio financeiro substancial com ele se Williams lhe conceder a vaga.

Sirotkin passou as duas últimas temporadas com a Renault como piloto de testes e reserva, participando de seis treinos livres e dois dias de teste com a equipe, e Abiteboul diz que suas performances merecem uma chance de corrida.

"Francamente, sempre ficamos muito impressionados com Sergey", disse Abiteboul ao Motorsport.com.

"Nós nem sempre ficamos impressionados com a sorte que ele tem, porque eu penso em dois ou três dos seus TLs que ele pilotou para a equipe que nós tivemos alguns problemas mecânicos com o carro completamente desconectado dele”.

"Mas quando ele foi capaz de conduzir, ele era realmente mostrou que tinha algum ritmo e também uma compreensão muito forte do carro”.

"Eu acho que é bastante surpreendente, dada a sua pouca experiência em carros de Fórmula 1, a precisão de seus comentários técnicos sempre foram extremamente úteis”.

"Atualmente, alguns dos desenvolvimentos que fizemos nesta temporada também são crédito do feedback recebido de Sergey - no carro atual, mas também no simulador”.

"Realmente, em termos de ritmo, em termos de lealdade, em termos de foco, em termos de trabalho, acho que ele merece ter uma chance na Fórmula 1”.

"É difícil para mim dizer quão forte ele seria em um carro de Fórmula 1 contra qualquer companheiro de equipe, mas certamente ele precisa ter uma chance, absolutamente".

Abiteboul disse que a Renault merece crédito por ajudar a moldar Sirotkin em tornar-se um candidato sério para um assento de corrida que era amplamente esperado para ir para Kubica.

"Ele tem algumas habilidades naturais e ritmo natural, mas na Fórmula 1 moderna, essas coisas não são gratuitas", acrescentou Abiteboul.

"Eles também vêm do esforço colocado pela equipe no piloto e acho que colocamos muito em termos de quilometragem em um carro atual e carros anteriores, e acho que ele é um piloto diferente do que ele era 12 meses atrás”.

"Eu costumo acreditar que, se ele for considerado por Williams, também é graças ao trabalho que fizemos juntos".

Kubica também foi candidato a uma vaga de estágio na Renault, mas não conseguiu convencer a equipe de sua adequação durante um teste de verão na Hungria.

Williams decidiu esperar até janeiro para confirmar sua dupla de pilotos de 2018, mas se Sirotkin obtiver o aceno, a última chance de Kubica de fazer um retorno de Fórmula 1 no próximo ano desaparecerá.

Próxima Fórmula 1 matéria
Lauda discute com Marko por apressar renovação de Verstappen

Previous article

Lauda discute com Marko por apressar renovação de Verstappen

Next article

Hamilton: "Quando criança, eu queria ser Senna ou Superman"

Hamilton: "Quando criança, eu queria ser Senna ou Superman"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergey Sirotkin
Equipes Williams , Renault F1 Team
Autor Ben Anderson
Tipo de matéria Últimas notícias