Renovação fez Toro Rosso trocar dupla de pilotos, diz Tost

"Pode ter parecido ser uma decisão difícil, mas a F-1 é complicada e sempre fomos muito claros sobre os princípios por trás da escolha dos pilotos"

Franz Tost

Em entrevista veiculada pela Toro Rosso, o chefe da equipe, Franz Tost, explicou os motivos que levaram a troca total de sua dupla de pilotos para a temporada 2012.

Sebastien Buemi e Jaime Alguersuari foram surpreendidos no meio desta semana com o anúncio de Daniel Ricciardo e Jean-Eric Vergne para os seus lugares no ano que vem.

Ricciardo e Vergne, assim como Buemi e Alguersuari, fazem parte da academia de pilotos da Red Bull e já estavam sendo preparados para ocuparem as vagas, com o australiano disputando meia temporada pela Hispania e o francês realizando testes nas sextas-feiras e nos treinos para novatos.

Para Tost, Buemi e Alguersuari fizeram um bom trabalho, mas o ciclo precisava continuar e, sem espaço na Red Bull, ambos acabaram liberados: "Sebastian esteve conosco por três temporadas, enquanto Jaime correu por duas e meia. Ambos trabalharam duro pela equipe, fazendo o melhor e conquistando alguns bons resultados."

"Contudo, a característica da Toro Rosso sempre foi ser a 'escola dos estreantes' e, com mais de duas temporadas no currículo, você não é mais um estreante. Em um mundo ideal, os pilotos iriam da Toro Rosso para a Red Bull, mas não existem vagas na equipe principal no momento", explica.

"Pode ter parecido ser uma decisão, mas a Fórmula 1 é uma coisa complicada e a Toro Rosso sempre foi muito clara sobre os princípios por trás da escolha de seus pilotos", completa Tost.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias