Reservas continuarão "encostados" com nova regra, alertam chefes

Para Ross Brawn e Martin Whitmarsh, aumento do tempo da primeira sessão de treinos livres pode não mudar nada

Os times grandes mostram ceticismo com a nova medida da FIA para facilitar a vida dos novatos na Fórmula 1. Foi decidido durante o GP de Cingapura aumentar a primeira sessão de treinos livres de sexta-feira de 1h30 para 2h a fim de dar mais chance de pilotos com menos experiência andarem com carros da categoria.

No entanto, o chefe da Mercedes, Ross Brawn, admitiu que sua equipe deve usar o tempo extra com seus pilotos titulares. E acredita que outros grandes farão o mesmo.

“Uma das maiores mudanças é o jogo extra de pneus na primeira meia hora, o que eu acho uma boa, e a chance de trocar de pilotos durante a sessão, o que não é tão fácil. Pode haver muita variação entre os pilotos, mas é factível. Não é algo que consideramos porque precisamos de todo o tempo possível com nossos pilotos, então acho que haverá um ponto no grid em que isso [usar novatos] se torna mais atrativo, mas não para quem está lutando por campeonatos.”

A opinião é semelhante ao do chefe da McLaren, Martin Whitmarsh. O dirigente acredita que, caso a regra não obrigar as equipes a usarem novatos, os grandes vão optar por continuar com seus pilotos.

“Da perspectiva da McLaren, não é algo que queremos fazer. Posso entender a visão de alguns – de que é muito difícil para jovens, pois há pouco teste e esta seria uma maneira de encorajá-los, mas por outro lado acho que seria prejudicial para os times pequenos porque eles têm uma ótima oportunidade, no momento, de vencer a primeira sessão de treinos livres. Muitos o fazem e são recursos importantes para estas equipes.”

O raciocício de Whitmarsh é que, se todas as equipes usarem novatos, fica mais difícil para as nanicas ganharem dinheiro vendendo seus assentos. “Mas isso aconteceria se fosse forçado – porque nenhuma das grandes equipes faria isso, a não ser que as regras obrigassem a usar um piloto novato. Francamente, pela nossa perspectiva, vamos usar essa meia hora a mais para fazer nossos testes aerodinâmicos. Então provavelmente não teria o efeito desejado.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias